Festa dos Tabernáculos reúne ‘Todo mundo’ em Israel

Festa dos Tabernáculos (Foto: International Christian Embassy Jerusalem, ICEJ)
Festa dos Tabernáculos (Foto: International Christian Embassy Jerusalem, ICEJ)

Milhares cristãos de todo o mundo ser reúnem em Israel para comemorar o Sucot, assim denominada a “Festa dos Tabernáculos”

Cerca de cinco mil cristãos de 100 países diferentes acompanharam a 40° Festa dos Tabernáculos da Embaixada Cristã Internacional de Jerusalém (ICEJ). Logo, celebraram o evento bíblico.

“Muitas pessoas de todas essas pequenas ilhas do Pacífico – Ilhas Cook e Samoa, Fiji e todos, grandes e grandes grupos que voam por mais de 18 horas para chegar aqui. Tivemos uma delegação especial este ano do Egito na festa dos tabernáculos em Jerusalém”, define David Parsons porta-voz do ICEJ.

De acordo com o norte-americano John Lui “é o cumprimento do capítulo 14 de Zacarias, sim, foi maravilhoso, maravilhoso. Nós temos que vir. Os cristãos gentios deveriam ir a Jerusalém na festa de Sucot“, destaca.

ALIYAH

A ICJE comemorou o trabalho que está fazendo para com que milhares de Judeus retornem a Terra Santa. De antemão, Aliyah é a imigração judaica para a terra de Israel. Assim, David Parsons destaca o trabalho da embaixada.

“Desde a fundação da embaixada cristã, 40 anos atrás, nos envolvemos no trabalho Aliyah, ajudando a reunir o povo judeu aqui na terra de Israel e, a partir de agora, ajudamos 150 mil judeus a fazer aliá, para ajude-os a fazer a viagem de volta para a terra de Israel”, revela Parsons.

O médico jovem Daniel retornou a Israel acompanhando com sua esposa Anna e seus dois filhos, diretamente da Ucrânia. Assim, ele foi considerado o imigrante de número 150 mil, assistido pelo projeto.

“Realmente espero que minha família encontre aqui um bom futuro. Eles terão uma boa educação e sou muito grato por todos que nos ajudaram ”, disse Anna. Bem como, “estou falando agora, não apenas sobre dinheiro, não apenas sobre comida. É também sobre apoio moral”, conclui.

PRESENÇA CRISTÃ

Os cristãos vêm a Festa dos Tabernáculos, porque sentem um chamado divino para celebrar a festa na Terra Santa. Segundo Reidun Kristoffersen, da Noruega, ele procura a “bênção” ao lado da família.

“Venho aqui e trago minha família aqui para a bênção”, e completa “Pela bênção de Deus. E aqui sinto que o espírito é um novo poder… Então, aqui encontrei um novo poder. E eu vou para casa com novo poder”, conclui.

Piotr Wolochowicz, da Missão Vida Familiar, na Polônia, diz que participa da celebração porque “eu amo a Deus e porque amo Israel”. Assim também Anna da Libéria, revela que “estou tão abençoada por pisar neste solo. Eu tenho orado por Israel. Eu tenho um grupo de mulheres, uma organização de mulheres que intercederá por Israel… a paz de Israel”, finaliza.

DESFILE EM JERUSALÉM

Os peregrinos participam de um desfile festivo nas ruas de Jerusalém. De acordo com John do Havaí, estar na celebração representa um amor por pela nação.

“Porque estamos aqui? Para mostrar nosso amor por Israel. Nós apoiamos Israel. Estamos atrás de você. Acreditamos que Deus abençoa aqueles que abençoam Israel e, portanto, nosso coração é para você, porque nosso coração é para Deus e queremos ver Israel, todo Israel abençoado, vivendo em paz”, disse.

Katy da Irlanda também acredita que os cristãos estão entendendo sobre a importância de Israel. “Acreditamos que mais e mais cristãos vão entender que precisam apoiar Israel e não acreditar nas mentiras, e assim diz que você abençoa Israel, será abençoado. Acreditamos que nossa terra, a Irlanda, está sendo abençoada hoje porque estamos abençoando Israel”, disse.

A presença dos cristãos faz parte do cumprimento de uma profecia segundo um israelense.”Eu acho incrível. É o cumprimento da profecia. E não sentimos falta disso por nada. Todos os anos, chegamos com nossos filhos e ficamos aqui por horas, vendo todo mundo desfilar. É lindo, é colorido. É feliz Todo mundo está cantando canções israelenses, canções sobre Jerusalém”, revelo

David de Israel, está feliz em saber que cristãos de todo o mundo celebram o Estado Judeu. “Eu acho muito emocionante saber que existem tantas pessoas que nos amam e estão animadas por estar aqui em Israel, assim como estou animada por estar aqui e essa é uma maneira fantástica de mostrar a parceria entre nós e o resto do mundo”, conclui.

*Da redação, com informação da CBN News 


LEIA MAIS