23.8 C
Vitória
segunda-feira, 6 dezembro 2021

Fernanda Brum: Pra onde a gente vai?

Com participação do marido, o produtor musical Emerson Pinheiro, a artista apresenta um clipe emocionante, que traz uma reflexão da vida: “um refrigério no meio do caos”, afirma a cantora

Por Priscilla Cerqueira 

A cantora Fernanda Brum inova mais uma vez e apresenta ao mercado evangélico mais uma canção de tirar o fôlego. Trata-se de “Pra onde a gente vai?”, que já está disponível em todas as plataformas de streaming.

Canção, que era aguardada para o lançamento há um ano, não é de composição da Fernanda, e sim, do amigo dela, Rodrigo Cardoso, que também é cantor, e mora em Israel com a família.

“Estava voltando de Israel com uns amigos e perguntei ao Senhor se Ele não poderia me dar um presente. E então recebo no meu telefone uma música do Rodrigo. Ele me autorizou a gravá-la. Essa canção foi um presente de Deus, mexeu com todos os meus nervos, ossos e medula. Depois um ano está sendo lançada. O tempo de Deus é perfeito para todos nós. Tenho certeza que vocês vão entender a profundidade da canção”.

A música fala de libertação, restauração, ao mesmo tempo é intercessão. O clipe, com cenas emblemáticas, traz uma profunda reflexão, sobretudo neste tempo bem difícil para a igreja brasileira. Nas cenas, Fernanda aparece com o marido, que é seu produtor musical, uma parceria que já dura 25 anos.

“Ter ele como ator nesse clipe fez toda a diferença. Essa música mexeu demais com a nossa família, nosso casamento. E o nosso filho Isaac fala o ‘Pai Nosso’ em hebraico e aramaico no final da canção foi muito especial para mim. Foi um desafio gravar com o marido, como ator e produtor, mas deu certo”, contou a artista.

Fernanda Brum
Foto: Divulgação

O clipe

Não é a primeira vez que Fernanda investe em clipes musicais impactantes. Todos os que já lançou pela Sony até hoje, tem tido bastante repercussão. Segundo a artista, eles nascem quando ela coloca voz na canção ou quando está compondo. Mas o mais importante é a mensagem ser compreendida.

“Os clipes funcionam como visões espirituais de fato. É como se eu estivesse cantando a música e assistindo o que vocês assistem depois. Os nipes são importantes, mas mais do que isso é você entender a visão que eu tive. Eu prefiro fazer o que é verdadeiro. Faço da minha vida a minha trilha”, explicou a artista.

O filho de Fernanda, Isaac Brum, que já participou outras vezes em canções com a mãe, revela que nessa foi ainda mais especial. “Foi muito impactante pra mim falar a oração do pai em nosso em duas línguas. Foi como se tivesse ouvindo a própria voz de Jesus. Gostei demais”, afirma Isaac, que é estudante de Hebraico e Aramaico.

Na Sony desde julho do ano passado, Fernanda tem apresentado projetos musicais mais inovadores, acompanhando a tendência do mercado.

“É muito bom ver uma artista com tanta história, se reinventar e trilhar por novas propostas artísticas e mesmo do ponto de vista profissional. Percebemos seu crescimento em que a cada lançamento, sua maior intensidade nas redes sociais e um melhor feedback do público. A expectativa é de que tenhamos um crescimento consistente com o lançamento do álbum completo”, destacou Maurício Soares, diretor artístico da Sony Music.

Assista o clipe da canção

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se