27.3 C
Vitória
quarta-feira, 14 abril 2021

Reviravolta: Felipe Heiderich assume ser bissexual

Felipe Heiderich assumiu sua bissexualidade e namoro com o youtuber Bruno de Simone: “Abro mão do título eclesiástico, não quero pastorear”, declarou

Mais uma reviravolta no caso Felipe Heiderich. Nesta sexta-feira, 26, em uma entrevista publicada pelo jornal O Dia, ele se declarou bissexual, pela primeira vez. Afastado da igreja, Felipe abre mão de seu título eclesiástico de pastor para se entregar por completo ao amor e construir uma nova família.

“Neste momento eu abro mão do título eclesiástico. O título nunca foi importante pra mim. Ele não está no meu RG, então eu sempre serei o Felipe, e isso pra mim basta. Neste momento eu não quero pastorear”, declarou.

Felipe foi preso após ser acusado de abuso sexual contra o enteado, filho de sua ex-mulher, Bianca Toledo, mas conseguiu provar sua inocência. Foi absolvido pela Justiça e agora vive uma fase completamente nova.

Bissexualidade

Felipe está namorando o youtuber Bruno de Simone. É o seu primeiro relacionamento homoafetivo. No entanto, garante não se considerar homossexual: “me considero bissexual, porque sinto atração por mulheres”, confessa.

Segundo ele, a bissexualidade entrou em sua vida após os acontecimentos envolvendo a acusação de pedofilia, como a prisão e a internação dele em um hospital psiquiátrico, fatos que classificou como “tragédia”.

“Fui criado na roça pela minha avó e, por isso, sempre tive um jeito mais educado ou delicado, como alguns gostam de enfatizar. Mas sempre tive namoradas, e todas elas podem testemunhar sobre isso. Assim como depois da tragédia que vivi e comecei a repensar na vida, sempre deixei claro que, se algum dia me apaixonasse por alguém, seja homem ou mulher, eu tornaria público”, disse.

Revelação

Sobre a reação de sua família diante da revelação de sua bissexualidade, Felipe respondeu. “Diante de tudo o que passei, meus irmãos só querem me ver feliz. Minha mãe ainda está em choque. Mas uma mãe que resgata um filho do hospício e sofre com ele 3 anos para mostrar sua inocência, eu creio que, em breve, ela também vai conseguir digerir tudo isso”, afirmou.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se