27.3 C
Vitória
segunda-feira, 30 março, 2020

Fé: O fio condutor do brasileiro

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

McLaren vai produzir 10 mil ventiladores respiratórios

Equipe de Fórmula 1 disponibilizou a fábrica de carros junto com outras empresas para fabricar equipamentos médicos para ajudar as vítimas da Covid-19

Abertura dos jogos olímpicos acontecerá em julho de 2021

Os Jogos Olímpicos de Tóquio têm nova data definida para serem realizados: de 23 de julho a 8 de agosto de 2021 na capital japonesa

Hospital no Pacaembu deverá ser entregue em abril

A construção para receber pessoas com a Covid-119 é uma parceria entre Hospital Israelita Albert Einstein e Prefeitura de São Paulo

Bolsonaro recorrerá da decisão da Justiça de fechar igrejas

Uma ação do Ministério Público Federal, a Justiça Federal suspendeu a validade dos decretos presidenciais que incluiu na lista de serviços essenciais, os templos religiosos e casas lotéricas. Confira!

Pesquisa da Oxfam/Datafolha mostra que o brasileiro tem a fé em primeiro lugar para mudar de vida. “A fé move montanhas”, diz pastor Adilson Neves

A fé religiosa do brasileiro é mais importante que educação para mudar de vida. É o que aponta uma pesquisa da ONG Oxfam Brasil em conjunto com o Instituto Datafolha, sobre o ranking “Prioridades para melhoria de vida”.

Segundo a pesquisa, para 28% dos brasileiros, a fé é mais importante para ter uma vida melhor do que os estudos (21%), acesso à saúde (19%), o trabalho (11%) e ganhar mais dinheiro (8%). “Importante apontar como a renda, pura e simples, não é vista como aspecto prioritário para uma vida melhor”, observa a Oxfam Brasil.

Baseado na frase de Tomaz de Aquino, “para aqueles que tem fé nenhuma explicação é necessária”, a pesquisa não surpreendeu o pastor Adilson Neves, da Igreja Shekinah, de Brusque (SC). “Apenar de pluralidade e influências que recebemos de tantas culturas, o Brasil é um país de muita fé. É um traço muito forte na cultura brasileira, diferente do ramo que a pessoa esteja praticando”, disse.

Pastor Adilson diz o povo brasileiro tem expectativa de coisas boas, tem esperança e acredita que tudo vai melhorar, “porque a fé move montanhas e a pessoa entende que ela vai ajudá-la a arrastar para as demais coisas. É uma bússula para a vida das pessoas. Esta é a razão de que a fé é mais importante. O brasileiro foca na fé porque ele se torna mais forte, que descobre os propósitos de vida, que triunfa sobre o medo, a ansiedade e o estresse do dia a dia e que gera um caminho para as soluções da vida dele do ponto de vista material, espiritual e comportamental. A fé é o fio condutor do brasileiro”, explicou.

Pastor Marcos Alcântara, da Assembléia de Deus Madureira em Brasilia (DF) acrescentou. “O brasileiro prefere a fé acima de tudo porque ela vem para curar, conseguir emprego melhor, abrir portas para ganhar de dinheiro, mas não pensam que outras pessoas que não tem fé também conseguem êxito nessas coisas. Mas penso que isso é puramente um misticismo”.

Pesquisa

O levantamento, que ouviu 2.086 pessoas, em 130 cidades de todos os estados brasileiros, entre os dias 12 e 18 de fevereiro. E também questionou a percepção dos brasileiros sobre a desigualdade no país. A imensa maioria (80%) acreditam que o progresso do país está condicionado à redução da desigualdade.

Outros itens apontados na pesquisa como prioritários para a melhoria de vida foram: ter acesso à aposentadoria (6%), apoio financeiro da família (5%) e cultura e lazer (2%).

Contudo, o “investimento público em assistência social” ficou em último lugar na lista de prioridades para diminuição deste índice. Intitulado “Nós e as desigualdades”, a segunda edição deste estudo pediu aos entrevistados que dessem notas para dez medidas prioritárias para a redução de desigualdades, estabelecidas pela Oxfam, organização britânica que também atua no Brasil.

Veja o ranking

– Fé religiosa: 28%
– Estudar: 21%
– Ter acesso a atendimento de saúde: 19%
– Crescer no trabalho: 11%
– Ganhar mais dinheiro: 8%
– Ter acesso à aposentadoria: 6%
– Apoio financeiro da família: 5%
– Cultura e lazer: 2%

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Programas on-line para mentoreamento de homens e mulheres

Ministérios vão transmitir série de lives com objetivo de fortalecer as famílias e oferecer aos pastores, líderes e cônjuges ferramentas para o cuidado intencional, discipulado e mentoreamento

Vem aí o Festival de Cinema Cristão 2020

Entre as novidades do Festival desse ano estão a abertura para a categoria de filmes para surdos e mudos. Inscrições começam dia 1º de abril e vão até 30 de junho

Um encontro diário com a Palavra de Deus

A SBB mobiliza-se para levar esperança à população brasileira, disseminando, pelos meios digitais, a mensagem da Bíblia Sagrada. Entre as ações estão a campanha #PalavradeEsperança e o podcast Um minuto com a Bíblia

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia