27.1 C
Vitória
sexta-feira, 15 janeiro 2021

Fé: O fio condutor do brasileiro

Pesquisa da Oxfam/Datafolha mostra que o brasileiro tem a fé em primeiro lugar para mudar de vida. “A fé move montanhas”, diz pastor Adilson Neves

A fé religiosa do brasileiro é mais importante que educação para mudar de vida. É o que aponta uma pesquisa da ONG Oxfam Brasil em conjunto com o Instituto Datafolha, sobre o ranking “Prioridades para melhoria de vida”.

Segundo a pesquisa, para 28% dos brasileiros, a fé é mais importante para ter uma vida melhor do que os estudos (21%), acesso à saúde (19%), o trabalho (11%) e ganhar mais dinheiro (8%). “Importante apontar como a renda, pura e simples, não é vista como aspecto prioritário para uma vida melhor”, observa a Oxfam Brasil.

Baseado na frase de Tomaz de Aquino, “para aqueles que tem fé nenhuma explicação é necessária”, a pesquisa não surpreendeu o pastor Adilson Neves, da Igreja Shekinah, de Brusque (SC). “Apenar de pluralidade e influências que recebemos de tantas culturas, o Brasil é um país de muita fé. É um traço muito forte na cultura brasileira, diferente do ramo que a pessoa esteja praticando”, disse.

Pastor Adilson diz o povo brasileiro tem expectativa de coisas boas, tem esperança e acredita que tudo vai melhorar, “porque a fé move montanhas e a pessoa entende que ela vai ajudá-la a arrastar para as demais coisas. É uma bússula para a vida das pessoas. Esta é a razão de que a fé é mais importante. O brasileiro foca na fé porque ele se torna mais forte, que descobre os propósitos de vida, que triunfa sobre o medo, a ansiedade e o estresse do dia a dia e que gera um caminho para as soluções da vida dele do ponto de vista material, espiritual e comportamental. A fé é o fio condutor do brasileiro”, explicou.

Pastor Marcos Alcântara, da Assembléia de Deus Madureira em Brasilia (DF) acrescentou. “O brasileiro prefere a fé acima de tudo porque ela vem para curar, conseguir emprego melhor, abrir portas para ganhar de dinheiro, mas não pensam que outras pessoas que não tem fé também conseguem êxito nessas coisas. Mas penso que isso é puramente um misticismo”.

Pesquisa

O levantamento, que ouviu 2.086 pessoas, em 130 cidades de todos os estados brasileiros, entre os dias 12 e 18 de fevereiro. E também questionou a percepção dos brasileiros sobre a desigualdade no país. A imensa maioria (80%) acreditam que o progresso do país está condicionado à redução da desigualdade.

Outros itens apontados na pesquisa como prioritários para a melhoria de vida foram: ter acesso à aposentadoria (6%), apoio financeiro da família (5%) e cultura e lazer (2%).

Contudo, o “investimento público em assistência social” ficou em último lugar na lista de prioridades para diminuição deste índice. Intitulado “Nós e as desigualdades”, a segunda edição deste estudo pediu aos entrevistados que dessem notas para dez medidas prioritárias para a redução de desigualdades, estabelecidas pela Oxfam, organização britânica que também atua no Brasil.

Veja o ranking

– Fé religiosa: 28%
– Estudar: 21%
– Ter acesso a atendimento de saúde: 19%
– Crescer no trabalho: 11%
– Ganhar mais dinheiro: 8%
– Ter acesso à aposentadoria: 6%
– Apoio financeiro da família: 5%
– Cultura e lazer: 2%

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Manaus, a capital brasileira a beira do colapso

A média móvel de mortes no estado cresceu 183% nos últimos sete dias. O envio de oxigênio ao estado não está sendo suficiente para suprir a demanda, e o governo está transferindo pacientes a outros estados. Saiba mais!

Juliano Son e seu “Voaremos”

Em parceria com Júlia Vitória, o artista inicia 2021 desejando novos vôos ao vento do Espírito Santo. Saiba mais!

Missão saúde no Amazonas

Além de compartilhar o evangelho para os ribeirinhos no Amazonas, voluntários missionários do Brasil levam remédios e cuidados médicos através do Missão Saúde. Saiba mais!

Coragem! A mulher que salvou a vida de 3 crianças e a sua

Para escapar de um incêndio no prédio em que mora, Janete Martin jogou as 3 crianças pela janela e em seguida, se jogou. Saiba mais!

Presença da covid-19 no Brasil é desde novembro de 2019

Mesmo a confirmação do primeiro caso da covid-19 no Brasil, no fim de fevereiro, e o fato da OMS reconhecer a situação pandêmica, em março. Saiba mais!

Generosidade de uma criança: “Deus me fez assim”

Um garoto de 7 anos, nos EUA, recebeu um dinheiro de presente de aniversário e resolveu usar o valor para ajudar moradores de rua nos EUA. Saiba mais!

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Encontro para a Consciência Cristã em fevereiro; Saiba mais!

Pela primeira vez em mais de duas décadas, o tradicional encontro para a Consciência Cristã será realizado online.

The Send online será neste sábado, 9

Um dos maiores eventos de louvor, adoração evangelismo no mundo, o The send, costuma reunir milhares de pessoas. Saiba mais!

Passion Conference no último dia do ano; Saiba mais!

O cantor Fernandinho é o único artista brasileiro a participar da Passion Conference. Saiba mais!

Aulas criativas e transformadoras sobre a Bíblia

Para quem ensina a Bíblia, mas tem dificuldade no preparo das aulas, um workshop gratuito será apresentado pelo pastor Lécio Dornas, em janeiro. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Juliano Son e seu “Voaremos”

Em parceria com Júlia Vitória, o artista inicia 2021 desejando novos vôos ao vento do Espírito Santo. Saiba mais!

Larry e Devi Titus em a vida a dois como você nunca viu!

Em "Ele diz, ela diz", Larry e Devi Titus traz uma abordagem inovadora, dedicada a casais em que marido e mulher têm personalidade marcante e atuam em alguma esfera de liderança

Amanda Wanessa apresenta melhoras em seu quadro de saúde

Cantora sofreu um acidente grave na semana passada. Nas redes sociais, família informou que Amanda Vanessa está sem sedativos e com a pressão normal. Saiba mais!

Nani Azevedo continua internado

Em um texto publicado no instagram, o artista está com infecção na garganta e com uma inflamação no miocárdio, causado por complicações da Covid-19. Saiba mais!