Famílias participam das atividades escolares dos estudantes

De norte a sul do Estado, as escolas da rede pública estadual desenvolveram ações, nesta quinta-feira (14), Dia da Família na Escola.

Foram apresentações teatrais, musicais, oficinas, palestras e gincanas. As famílias compareceram em peso nas unidades escolares, mostrando que estar presente na vida escolar dos alunos é fundamental.

Para Joelson de Souza Paulo, que é pai das estudantes Caroline e Natalia Bastos de Paulo, da Escola Estadual Professor Renato José da Costa Pacheco, localizada em Vitória, a educação é a base da família, que é quem dá o suporte para o crescimento educacional e cultural dos filhos. “A escola é parte fundamental desse processo. Essa integração só gera resultados positivos, tanto para a sociedade, quanto para os alunos e para a família também”, afirmou.

Rosimary Albiares Botelho, mãe do estudante Kauã Albiares Botelho, do 4º ano do Ensino Fundamental, da Escola Estadual Germano André Lube, localizada na Serra, gostou bastante do evento. No local foram preparadas dinâmicas, palestras, sorteio de brindes, entre outras atividades realizadas durante todo o dia. “Nós, como pais, temos a obrigação de estar presente na escola. Se eu não estiver presente na escola do meu filho, é a mesma coisa de não estar presente na vida dele. Claro que os ensinamentos, a educação, começam em casa, com a família, mas aqui é a continuação de tudo isso”.

Muito animadas, as famílias dos estudantes da Escola Estadual Prof. Agenor Roris, curtiram um dia de beleza, participaram de palestras e oficinas. “Há maneiras de estarmos presente na vida escolar de nossos filhos. Na minha casa, isso já acontece, mas foi muito bom ver esse reforço da escola em unir as famílias. Sempre que tenho dúvidas sobre os estudos da Shelly, procuro a escola para orientação e sempre sou muito bem atendido”, contou Marcos Santos, pai da aluna Shelly Santos, do 1ª série do Ensino Médio.

Na Escola Estadual Laranjeiras, na Serra, as famílias participaram de oficinas com os estudantes, foi um dia de realizar os trabalhos praticados em sala junto com as famílias. “Toda vez que eu participo das atividades na escola da minha filha ela fica muito feliz. Vejo nos olhos dela que é uma motivação a mais para ela vir para escola. O apoio de casa faz a diferença na vida do estudante”, ressaltou Daiana Ferreira Lopes, mãe da estudante do 1º ano do Ensino Fundamental, Maria Luiza Lopes Gonçalves.

Além da participação das ações realizadas, as famílias também receberam uma cartilha educativa, para ajudar a fortalecer o bom relacionamento entre pais e filhos e aprofundar a relação Escola e Família.

Segundo o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha, quando todos estão envolvidos, quem sai ganhando é o aluno. “Só a escola não dá conta de educar, uma das asas da educação é a família. Esse trabalho desenvolvido pelas escolas é muito importante, pois além de fortalecer o relacionamento pais e filhos, cria esse elo entre as famílias e a escola, mostrando o papel de cada um na formação das crianças e jovens, os ajudando a terem mais oportunidades”, afirmou.

Neste ano, dois dias letivos, 14 de abril e 19 de outubro, foram instituídos no calendário chamados de “Dia da Família na Escola”, voltados para a participação dos pais ou responsáveis nas escolas.

“Esse dia é muito importante para toda a comunidade escolar. Quando a família participa da vida do estudante, o sucesso é praticamente garantido. A família é o esteio do aluno e esse relacionamento é refletido em sala de aula. Na Escola Renato Pacheco realizamos atividades parecidas como essa durante todo o ano letivo e os resultados sempre são bons. Para a próxima edição do Dia da Família vamos preparar outras atividades e já esperamos a presença de todos”, ressaltou o diretor da Escola Estadual Professor José Renato Pacheco, Diassis Ximenes.

O objetivo das ações é que as famílias participem mais das atividades escolares dos estudantes. O Dia da Família na Escola será um espaço de conhecimento, que possibilita às famílias o envolvimento, o acompanhamento do desempenho escolar de seus filhos e a participação das produções acadêmicas. Além de fortalecer o relacionamento entre pais/responsáveis e filhos, promovendo diálogo, orientando o processo educativo e trocando experiências.