25.5 C
Vitória
quinta-feira, 18 agosto 2022

Família cristã ajuda ucranianos a fugirem da guerra

Os refugiados chegam à cidade fronteiriça húngara de Zahony em um trem que veio da Ucrânia Christopher Furlong/Getty Images

Unidos pela missão, o casal de diretores da ‘Hope Partners International’, juntamente com sua equipe,  compartilha experiência de ajudar refugiados ucranianos 

Por Victor Rodrigues 

Uma família ajudou quase 11 mil ucranianos a chegarem em segurança até a fronteira da Romênia. O fato aconteceu após a invasão russa à Ucrânia. Em entrevista, a família missionária afirma que Deus não os pedirá para fazer algo além de suas possibilidades.  

Kirk e Violeta Nowery, casal de diretores da Hope Partners International (Parceiros da Esperança) têm dez “Centros de Esperança” em vários locais do mundo. Além de servir os menos favorecidos, a organização prega o Evangelho de Jesus. 

O casal Kirk e Violeta Nowery está de volta à fronteira da Ucrânia para socorrer refugiados. (Foto: Facebook Kirk Nowery)

Sendo assim, um dos centros da instituição fica localizado na Romênia. De acordo com informações da BBC, quase 90 mil ucranianos se deslocaram para o país e imigração aconteceu após a invasão russa no mês de fevereiro. 

Segundo Ashley Gonsalez, filha do casal, o segredo por detrás do ministério dos pais é usar o que Deus já havia confiado nas mãos dele. 

“Dê o que está em suas mãos. Use os recursos que você tem, seja oração, tempo ou dinheiro. Basta usar o que está em suas mãos”, disse Gonzales.

Expansão do evangelho 

De acordo com Kirk, presidente do ministério, o principal objetivo de suas missões é pregar o Evangelho.

“Nossa missão é resgatar crianças e transformar suas vidas em nome de Jesus. A esperança está em Jesus Cristo. E a primeira mão que alcança qualquer desastre no mundo deve vir do povo de Deus que representa as mãos e os pés de Jesus”, disse Kirk.

Ele testemunhou a respeito de um menino de 15 anos, neto de uma das famílias que ajudou, foi baleado nas costas pelas tropas russas. Do mesmo modo, ele disse que as operações de resgate continuam semanalmente onde enviam três vans com suprimentos médicos, água e comida para uma cidade chamada Ismael. 

As vans são recebidas por cristãos na cidade. Logo, ao descarregar os suprimentos, os cristãos permitem que os refugiados entrem para que possam fugir da Ucrânia. 

Refúgio na Europa

A princípio, a rede notícias BBC informou que a ONU divulgou dados desde 9 de junho de que um total de sete milhões de ucranianos buscaram refúgio na Europa e em outros países próximos. Um total de 4,9 milhões estão na Europa, enquanto pelo menos 3,2 milhões solicitaram residência temporária na Polônia, Romênia, Rússia, Moldávia, Eslováquia e Bielorrússia.

A Hungria e a Alemanha também receberam os ucranianos juntamente com a República Tcheca e a Turquia.

*De Victor Rodrigues com informações da BBC News. 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se