TSE – Notícias falsas podem colocar eleições em risco

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

As chamadas ‘fake news’ poluem o ambiente democrático.

A declaração é do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux. Foi durante abertura do seminário ‘Impactos Sociais, Políticos e Econômicos das Fake News’, em Brasilia (DF), nesta quarta (20).

O encontro teve participação do presidente Temer e dos presidentes do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE) e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Em seu discurso, o ministro afirmou que é preciso “mais imprensa e mais jornalismo” para combater notícias falsas. Afirmou também que as chamadas fake news podem colocar em risco o processo democrático a ponto de anular o pleito eleitoral.

O seminário foi organizado pela Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel). O objetivo foi discutir o papel do jornalismo no combate à veiculação de informações falsas em ambientes como o das redes sociais, por  exemplo.

“Estamos chegando às eleições, com voto livre, inclusive da desinformação. As fake news poluem o ambiente democrático, com o candidato revelando sua ira contra o outro, em vez de suas próprias qualidades”, disse Fux.

Ações

O ministro garantiu que o Tribunal Superior Eleitoral vai agir de forma preventiva para evitar as notícias falsas. E para isso, será elaborado um documento de forma conjunta com órgãos de inteligência e partidos políticos para a não disseminação de fake news.

“Notícia, se muito dramática e emocionante, muito provavelmente será falsa. É preciso a checagem profunda antes do compartilhamento que acaba difundindo a fake news”, explicou. Ele alegou também que vai punir quem divulgar esse tipo de notícia.

*Com informações Agência Brasil 


Leia mais

O perigo das fake news
Congresso Nacional aprova parecer sobre “Fake News”
Mais um fake news, agora com Marina Silva