26.2 C
Vitória
sábado, 10 abril 2021

Duas explosões nas Filipinas deixam 10 mortos e vários feridos

Ataque na Filipinas aconteceu em Jolo, capital da província de maioria muçulmana de Sulu. Um cristão ex-muçulmano que estava no local, conseguiu sair 10 minutos antes da primeira explosão

Ao menos 10 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas, incluindo soldados e policiais, em duas explosões nesta segunda-feira (24) em uma ilha do sul das Filipinas que é um reduto do islamismo, anunciaram as autoridades locais.

O ataque aconteceu em Jolo, capital da província de maioria muçulmana de Sulu, onde as forças de segurança apoiadas pelo governo lutam há muitos anos contra o grupo Abu Sayyaf. Cinco soldados e quatro civis morreram na primeira explosão, que foi provocada por uma bomba de fabricação caseira colocada em uma motocicleta estacionada fora de um supermercado.

A informação é do tenente Corleto Vinluan. Jolo, Sulu é uma fortaleza conhecida do grupo Abu Sayyaf, afiliado ao Estado Islâmico. Até agora, nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelos ataques.

  • X
  • X

Dezesseis soldados ficaram feridos na explosão, assim como 20 civis, de acordo com fontes militares e a prefeitura. Pouco depois, uma segunda explosão aconteceu na mesma rua, quando um homem-bomba detonou a carga que transportava no momento em que a polícia isolava a área: uma pessoa morreu e seis oficiais ficaram feridos.

A missão Portas Abertas tem parceiros na área e entrou em contato com eles. “Um de nossos contatos, um cristão ex-muçulmano, estava no local da explosão pouco antes de a bomba explodir. Ele comprava no comércio local e passeava com seus sogros. Mas eles deixaram a área apenas dez minutos antes da primeira bomba explodir. Louvamos a Deus porque não há baixas entre as pessoas com quem trabalhamos”, afirmou um colaborador da organização na região.

*Com informações de Exame e Portas Abertas

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se