23.9 C
Vitória
sexta-feira, 23 julho 2021

Estimulando a alfabetização das crianças em casa

Com as aulas presenciais suspensas, orientadora do Colégio Renascença ensina atividades para continuar o estímulo à leitura e à escrita em casa

Mesmo durante a suspensão das aulas presenciais devido ao novo coronavírus, é importante manter as crianças em processo de alfabetização com acesso ao universo das letras. Fernanda Camargo, Orientadora Educacional do Colégio Renascença, em SP, dá dicas de atividades que podem ser realizadas pelos pais para manter o estímulo ao aprendizado da leitura e da escrita.

“O tipo de estímulo que deve ser proposto depende do momento de alfabetização que a criança se encontra. O importante é que ela tenha compreensão da função social da escrita e leitura. Por isso, incentivar atividades que tenham significado prático são essenciais”, comenta a orientadora.

Entre as atividades que a profissional do Colégio Renascença recomenda, está convidar a criança para ajudar na preparação de receitas. Dependendo das possibilidades, é interessante estimular a leitura de rótulos, lista de ingredientes ou a quantidade de cada um. Outra brincadeira é pedir ajuda com a lista de supermercados, incentivando os filhos a exercitarem a escrita.

A orientadora lembra que não é hora de cobrar demais das crianças e acabar tornando a atividade lúdica em uma exigência. “Vale a pena lembrar que as crianças não estão alfabetizadas por completo e escreverão coisas erradas. Este não é o momento de corrigi-las, a não ser que a própria criança pergunte se escreveu corretamente. É hora de incentivar a produção delas”, explica Fernanda Baldin Camargo.

Na busca por deixar as crianças entretidas durante o período de quarentena e afastar o tédio, os pais também podem promover a troca de mensagens por bilhetes e assim estimular a escrita e a leitura. A tecnologia pode ser uma ferramenta importante nessa fase, com jogos on-line que apresentem os números e as letras do alfabeto, por exemplo.

Muitas dessas atividades podem ser incorporadas ao dia-a-dia das crianças mesmo fora da quarentena. A orientadora também indica que os pais mantenham uma rotina de contação de histórias e leituras compartilhadas – que ajudam a incorporar o hábito e o interesse nos livros, além de ser um excelente estímulo cognitivo que promove o foco e a concentração.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se