Termina hoje a Festa de comemoração pelos 500 anos da Reforma Protestante

Coral de 500 vozes que vai se apresentar hoje no evento

Um espetáculo em música, dança e teatro. Mais de cinco mil pessoas devem participar hoje (31) do encerramento da festa em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante no Brasil, na Expo Renault, em Curitiba. Data é comemorada no Mundo inteiro.

Desde o dia 27, evangélicos de várias denominações de Curitiba estão reunidos em uma grande festa na capital paranaense. Luteranos, presbiterianos, Batista e outras instituições celebram um marco da história do protestantismo no país.

Um coral composto por 500 vozes vai se apresentar hoje com a orquestra, sob a regência de Martinho Lutero. “Estamos contando uma história de um fato  histórico muito importante para nós, cristãos, por isso resolvemos fazer uma festa bem especial, afinal, nosso Deus também merece,” declarou o pastor Jonas Lindner, da Igreja Evangélica Luterana do Brasil.

Orquestra regida pelo Maestro Martinho Lutero, na comemoração dos 500 anos da Reforma

Foi em 31 de outubro de 1517 que o alemão Martinho Lutero, ex monge católico, questionou práticas católicas e por isso apresentou as 95 teses contra a igreja. O reformismo de Lutero conquistou seguidores e com isso surgiram as igrejas protestantes. “A reforma trata de questões sociais, da importância do acesso a bíblia, da comunidade, além disso, o evangelho ficou acessível a todo o povo. Esse é o grande legado que Martinho Lutero deixou”, declarou Delcídio Galk, pastor Sinodal da Igreja Luterana.

Senado Federal

A história da reforma foi relembrada em todo o país. Ontem (30), senadores e lideranças religiosas se reuniram para uma seção solene em homenagem aos 500 anos da Reforma Protestante no Senado Federal. Evento teve participação do coral da Igreja presbiteriana de Brasília.

Segundo o IBGE, cerca de 1 milhão e 200 mil brasileiros são luteranos. A maioria vive no Sul do país.

Reforma Brasil

Hoje à noite, a Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo vai lançar o Projeto “Reforma Brasil”. Data comemorativa aos 500 anos da Reforma Protestante. O movimento é apartidário em defesa da Reforma política. Lideranças políticas e religiosas do Estado vão participar da celebração.