back to top
22.1 C
Vitória
segunda-feira, 15 DE julho DE 2024

Escola Bíblica Dominical: como influencia a formação das crianças?

Foto: Reprodução

00Além dos ensinamentos cristãos, os pequenos desenvolvem vínculos de amizade e aprendem a importância da comunhão com os irmãos

Por Patricia Scott

As Sagradas Escrituras deixam claro que é responsabilidade dos pais a educação dos filhos, assim como a formação espiritual. Por isso, em Provérbios 22.6, a advertência: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.”

Moisés também orienta os pais: “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te” (Deuteronômio 6.6,7). Entretanto, para auxiliá-los nessa caminhada na formação dos pequenos, a igreja utiliza algumas ferramentas. Uma delas é a Escola Bíblica Dominical (EBD).

“Considerando que, na EBD, a criança aprende de forma sistemática e lúdica sobre os princípios e personagens bíblicos, esses ensinamentos vão fazer parte da infância, marcando essa fase com lembranças preciosas, sejam dos teatros, das músicas, dos trabalhos manuais ou dos momentos de oração”, pontua a pedagoga Flávia Negri Favarim, líder do Ministério Infantil da Primeira Igreja Batista de Piracicaba, São Paulo.

- Continua após a publicidade -

Segundo ela, esses momentos estimulam a fé e o desenvolvimento espiritual das crianças, exatamente por estarem colocando em pratica, junto com os amigos, os ensinamentos bíblicos que irão acompanhá-las até a fase adulta. Flávia considera, entretanto, que é importante a participação da família nesse processo de aprendizagem.

Escola Bíblica Dominical: como influencia a formação das crianças?
Flávia Negri Favarim – Arquivo Pessoal

A pedagoga destaca, ainda, que a EBD contribui muito para o ensinamento sobre a obra missionária às crianças. Para isso, elas precisam entender como o trabalho acontece na prática.

“Em nossa igreja, costumamos apresentar os vídeos dos projetos desenvolvidos no Brasil e no mundo. Também temos o apoio dos nossos missionários para compartilhar pessoalmente com as crianças o que eles desenvolvem na obra”, compartilha e conclui: “As crianças se interessam e fazem muitas perguntas. Assim, plantamos no coração delas o interesse pelo campo missionário”.

Fundamento da fé

Ao seguir essa mesma linha de entendimento, a professora Sandra Frignani considera a EBD fundamental na ajuda da formação de valores cristãos, assim como no crescimento espiritual das crianças. “Nesse ambiente, os pequenos terão tempo de qualidade para serem alimentados da Palavra de Deus e irem crescendo a cada dia no fundamento da fé em Jesus Cristo”, analisa a líder do Departamento Infantil da Assembleia de Deus em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro.

Ela cita Salmos 119.9 para destacar que uma vida de boa conduta deve ser pautada conforme diz a Bíblia. “Sabemos que é dever dos pais cristãos ensinarem os filhos a Palavra de Deus, mas a EBD auxilia na aprendizagem das Escrituras Sagradas com um conteúdo direcionado a cada faixa etária, professores preparados e aulas dinâmicas. Tudo preparado com muito amor”, comenta.

Escola Bíblica Dominical: como influencia a formação das crianças?
Sandra Frignani – Foto: Arquivo Pessoal

Sandra avalia que as crianças assíduas na EBD têm, além do aprendizado, a oportunidade de conviver em união com os amiguinhos, criando vínculos de amizade. Cabe destacar que, dentro desse contexto, elas também se sentem parte integrante da comunidade de fé, valorizando a comunhão com os irmãos. 

Outro ponto importante, de acordo com a professora, é que, a partir do tempo em que os pequeninos estão inseridos na EBD, o aprendizado gera conhecimento capaz de despertar o desejo e o entendimento para reconhecer Jesus como Senhor e Salvador. “A salvação das crianças é o maior desejo dos pais e da equipe de uma EBD infantil”.

Surgimento da EBD

Na Inglaterra, diante da desigualdade social e do analfabetismo, o jornalista Robert Raikes teve a ideia de criar uma escola que funcionasse aos domingos e ensinasse princípios cristãos, boas maneiras, moral e civismo. Isso porque ele se incomodava em vê-las sem ter o que fazer neste dia da semana. Elas ficavam nas ruas, sem nenhuma ocupação, já que as crianças pobres trabalhavam 12 horas por dia, de segunda a sábado,nas fábricas da região, Não havia escolas públicas.

Desse modo, surgiu a Escola Bíblica Dominical, fundada no final do século XVIII, no dia 20 de julho de 1780. Ele recebeu o apoio de algumas senhoras que iam de casa em casa explicar sobre as aulas e convencer os pais a mandarem os filhos para as aulas aos domingos.

A procura cresceu tanto que, em três anos, já havia sete escolas, com média de 30 alunos cada. E o objetivo de Raikes foi alcançado, pois, além de tirar as crianças das ruas, em 12 anos, não existia nenhum criminoso para ser julgado na cidade de Gloucester.

No Brasil, a Escola Bíblica Dominical surgiu em 1855, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro. O jovem casal de missionários escoceses, Robert e Sarah Kalley, chegou ao Brasil naquele ano. Eles logo instalaram uma escola para ensinar as Sagradas Escrituras para as crianças e para os jovens daquela região.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -