A despedida do Pastor Anderson do Carmo

Foto: Reprodução

Ele foi morto a tiros na garagem de casa, na madrugada deste domingo em Pendotiba, em Niterói. Familiares, amigos, cantores e políticos deram adeus ao pastor

Sob um clima de tristeza e comoção, foi enterrado nesta segunda (17), o pastor Anderson do Carmo, esposo da cantora, pastora e deputada Flordelis. Milhares de pessoas, entre familiares, amigos e artistas compareceram ao Memorial parque Nycteroy, em São Gonçalo (RJ), onde o corpo foi sepultado.

“Ele preferiu arriscar a sua vida pela minha vida e dos nossos filhos. Estávamos voltando de um passeio e como sempre ele deixou o portão aberto. Ele abriu a porta para pegar a mochila e deixou a garagem aberta. Eu estou aqui me despedindo do meu marido.

A vida do meu marido foi interrompida de forma violenta. Eu só peço a Deus que me dê força. Vamos continuar lutando contra a violência no nosso país e no nosso Estado. Que Deus renove as nossas forças. Mesmo com a morte do meu marido eu acredito no Rio de Janeiro, essa violência vai ter fim”, lamentou Flordelis.

Foto: Reprodução

Pastor Anderson foi velado na igreja evangélica Ministério Flordelis, Cidade do Fogo, em São Gonçalo (RJ) por familiares, amigos e membros da igreja.

No cemitério, amigos do casal prestaram solidariedade.

“O pastor Anderson era uma pessoa maravilhosa, com o coração lindo.

Conheço ele há mais de 10 anos e desde o início do meu ministério ele me apoiou muito. Nosso coração está partido”, declarou a cantora Bruna Karla.

Investigações

Pastor Anderson do Carmo foi executado com 15 tiros na madrugada deste domingo (16) em sua casa, em Niterói (RJ). As investigações continuam, mas uma das hipóteses constatadas pela polícia é que o crime teria sido causado por uma desavença familiar por causa de dinheiro.

“Houve uma desavença entre o Anderson e um parente por conta de dinheiro. Essa briga causou um racha e essa é a nossa principal linha de investigação”, disse um agente ao jornal o Dia.

Logo após o enterro do pastor, um dos filhos da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), de 58 anos, foi detido.

Segundo informações divulgados pelo jornal Dia, o homem, que foi identificado como Flávio Rodrigues de Souza foi prestar esclarecimentos sobre a morte do pastor e preso por conta de um mandado de prisão em aberto por violência doméstica, em outro crime ligado à Lei Maria da Penha.

Flávio, que é filho apenas de Flordelis, foi levado para a carceragem da Polinter. Um outro menor, de 17 anos, apreendido desde ontem (16), também é um dos principais suspeitos da morte.

“Há uma concentração de tiros na genitália da vítima e isso mostra que os criminosos agiram com raiva. Há uma terceira pessoa sendo procurada pelo crime. Já temos imagens de câmeras e, a qualquer momentos, podemos ter resultados”, disse uma fonte da Polícia Civil.


Leia mais

Detalhes da execução do pastor Anderson, esposo de Flordelis