25.9 C
Vitória
domingo, 17 outubro 2021

Então é Natal, o que você fez?

Mais Artigos

2020 foi um ano em que vivemos com medo, preocupações e perdas, mas que também vivenciamos a fé, a esperança e a redescoberta de novas possibilidades e caminhos

Já estamos em dezembro e parece que 2020 nem chegou a começar direito! Você também tem esta sensação? Com certeza 2020 será sempre lembrado como um ano atípico por todos nós. Fico pensando naquela famosa música de John Lennon que diz “Então é natal, o que você fez? Um ano se finda e outro já vai começar… vamos torcer que o próximo ano seja bom e sem nenhum medo.”

2020 foi um ano em que vivemos com medo, preocupações e perdas, mas que também vivenciamos a fé, a esperança e a redescoberta de novas possibilidades e caminhos. Não é por acaso que antes de entrarmos no mês de dezembro passamos pelo Dia de Ação de Graças. É uma pausa necessária para refletirmos em quantas bênçãos recebemos no ano que está chegando ao fim.

Às vezes é difícil enxergar através da névoa da tristeza, do medo e das preocupações, mas Jesus está conosco em todos os momentos, ajudando-nos a fazer a travessia e nos encaminhando para dias melhores.

O apóstolo Paulo escreveu “Em tudo dai graças” (I Ts 5.18) mas nem sempre é fácil achar motivos para sermos gratos, principalmente quando passamos por dificuldades. Mas Paulo também escreveu “… porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece” (Fp 4.11-13). Paulo sabia que existem momentos em que precisamos buscar em nosso íntimo motivos para sermos gratos.

Nessas horas, mais do que nunca, percebemos que Jesus está conosco e nos fortalece para enfrentarmos as dificuldades. Ele é chamado pelo nome de Emanuel, o Deus conosco (Is 7.14; Mt 1.23).

Jesus se tornou homem e nasceu de uma mulher para em tudo se aproximar de nossa realidade. É difícil acreditar, mas Jesus nasceu em um momento mais complicado do que os dias que estamos vivemos, em meio à pobreza econômica, à servidão social e à dependência política. Passou por dificuldades e alegrias, sofrimentos e conquistas, tentações e vitórias. Jesus se sujeitou às regras e perigos da humanidade.

O Criador se identificou com a criatura à sua imagem e semelhança (Jo 1.14).
Então é Natal! E o que você fez? Contou as bênçãos e celebrou as vitórias ou se concentrou apenas nos problemas? Sim, é provável que este Natal seja bem diferente dos anteriores. Talvez não possamos estar perto de quem amamos, mas podemos começar a nos preparar enfeitando nosso coração com motivos de gratidão. O sentimento de gratidão nos liberta da preocupação e nos acalma.
Ao invés de nos lastimarmos pelo ano de 2020, vamos olhar para as bênçãos diárias com que Deus nos tem presenteado. Assim veremos bênçãos invisíveis, mas não menos importantes em nossa vida e vivenciaremos a presença do Deus conosco, Emanuel, não apenas no Natal mas em todos os dias, nos protegendo, nos amparando e nos guiando.

E a vida inteira se tornará sagrada, imersa no amor que lança fora todo o medo
(I Jo 4.18). Jesus, que conheceu as nossas aflições, venceu o mundo (Jo 16.33). Tenhamos bom ânimo! E que venha 2021! Não estamos sozinhos: Deus é Deus conosco, Emanuel!


Lidice Meyer Pinto Ribeiro, é Dra. em Antropologia, professora convidada na Universidade Lusófona de Lisboa, Portugal

- Publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Entrevistas