Empreendedorismo e fé: Crescimento do Reino

Foto: Reprodução

Em agosto será lançado no Brasil a plataforma “Reino” para conectar projetos de empreendedores cristãos no país. “Empreendedor é transformar realidades”, disse José Garcia Júnior, da Valorem

O número de empreendedores no Brasil ultrapassa os oito milhões, segundo dados do Portal do empreendedor. Dentro dessa estatística está incluído também cristãos que também resolveram ter seus negócios próprios. Ainda não tem um dado especifico de empreendedores na área evangélica no país.

Mas em agosto, será lançada uma plataforma que sirva de referência no Brasil para o empreendedorismo cristão. “Reino”, será um sistema que vai conectar os empreendedores cristãos e seus projetos no país com todos os demais, criando um ecossistema. A plataforma poderá ser usada até como fonte de informações.

“Percebemos que existem milhares de iniciativas empreendedoras que estão impactando e transformando vidas tanto nas áreas social e econômica, quanto na espiritual. Mas precisamos conectar todo mundo, gerando uma sinergia, que potencialize as iniciativas. Por isso iremos disponibilizá-la o quanto antes”, explicou o idealizador do projeto “Reino”, José Garcia Júnior, diretor executivo da Valorem, uma instituição voltada para o empreendedorismo cristão.

Conheça a Valorem

Contribuições

Apostar no empreendedorismo cristão tem sido a aposta de muita gente no mercado evangélico. Como é o caso do João Guilherme, 31 e Olavo, 30, que resolveram unir literatura, a vontade de empreender e ao que tem como base de fé. Foi assim que nasceu a Box95. É um clube de assinaturas com sede em Brasília (DF).

“Empreendedorismo tem tudo a ver com paixão. Se não houver paixão pelo que se faz é impossível qualquer empreendimento dar certo, pois todo negócio inicial exige máxima dedicação e planejamento, e ninguém tem prazer em dedicar tempo e atenção ao que não gosta. Unir a paixão por livros à fé faz com que nossa experiência empreendedora seja especial, pois podemos perceber de forma muito clara e direta que o nosso trabalho contribui para o crescimento do reino, pela graça e para a glória de Deus”, disse os empresários em uma entrevista ao site ultimato jovem.

Empresário Marcos Marins. Foto: Divulgação

O empresário e pastor capixaba Marcos Marins, também resolveu empreender no ramo que mais gosta: o entretenimento, mas fora do Brasil.

Foram quase 20 anos realizando shows nacionais e internacionais, tanto no meio gospel quanto no secular de música. Ele virou referência em inovação e tecnologia no Brasil. Alguns eventos o público chegava a passar de 150 mil pessoas.

Marcos, que também tem formação em TI com MBA em E-Business pela Fundação Getúlio Vargas, atua como sócio proprietário da “Tickets4way”, no segmento de entretenimento nos Estados Unidos.

“Me sinto realizado, principalmente porque a Palavra em 1Co 16.14 diz: ‘Todos os vossos atos sejam feitos com amor’. E tudo que fiz e faço é muito prazeroso e feito com muito amor”, declarou. E acrescentou: Os novos empreendedores precisam ter em mente que devem ser os primeiros em suas áreas e buscar fazer o que de bom ninguém ainda está fazendo”.

Outro brasileiro que está fazendo sucesso como empreendedor cristão é o Vagner Marks. Há 18 anos é empreendedor. Hoje é CEO da Tipo Raro Moda e Confecção, uma empresa de São Paulo, especializada na confecção de roupas para Conferências, Eventos e Empresas. Em pouco mais de dois anos, a instituição se tornou uma das maiores do país na confecção de blusas e camisetas.

Em 2018, foram mais de 45 mil peças produzidas. “Sempre admirei as grandes ideias e principalmente o inícios dela. Sempre busquei a minha grade sacada. Até que ela chegou a mim. Deus está 100% no meu negócio, não somente pelo público que trabalhamos, mas principalmente por saber que foi Ele quem nos deu essa empresa”, declarou Vagner.

Tipo Raro Moda e Confecção virou referência no Brasil. Foto: Divulgação
Chamado de Deus

Para muitos pastores e empresários cristãos, empreender é um chamado de Deus. “Todo cristão é chamado por Deus para expressar o Reino de Deus na terra. Cada um recebeu habilidades e dons específicos para diferentes áreas. Empreender significa “transformar realidades” e Deus é o maior empreendedor pois transformou a terra, que era sem forma em vazia, partindo do nada, criando todas as coisas. Ele nos fez a sua imagem e semelhança e junto veio esta capacidade de Criar, de transformar”, explicou José Garcia Júnior.

É preciso mostrar para as pessoas o que a esperança no reino de Deus tem como poder de transformação a capacidade de realizar uma mudança na sociedade em que atuamos.

“As iniciativas de empreendedorismo cristão deveriam ser maiores. Empreender deve ser um estilo de vida para oferecer soluções inovadoras. E deve ser a marca da vida. O valor da vida está nas mãos do Senhor Jesus”, destacou o pastor Marcelo Rezende, do canal Conexão Jovem.

“É um privilégio ser um empreendedor do Reino e fazer parte da História de Deus na terra”, concluiu José Garcia.

Saiba mais


Leia mais

Os princípios cristãos nas relações profissionais
Empreendedores do Reino – Transformação e expectativas

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!