Embaixada do Brasil em Israel pode ir para Jerusalém

Presidente Jair Bolsonaro em viagem no Catar (Foto: Agência Brasil)
Presidente Jair Bolsonaro em viagem no Catar (Foto: Agência Brasil)

No Catar, Jair Bolsonaro disse à imprensa que “mais cedo ou mais tarde” vai transferir embaixada para Jerusalém

Nesse segunda-feira (28), em viagem ao Oriente Médio, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que vai realizar a transferência da embaixada do Brasil em Israel. Segundo o presidente, “mais cedo ou mais tarde” a embaixada irá de Tel-Avive para Jerusalém.

Jair Bolsonaro disse à imprensa que conversou com o emir do Catar, Tamin Bin Hamad al Thani, sobre a possível mudança da embaixada brasileira. Ao ser questionado sobre o tema, o presidente declarou que o assunto foi abordado “de passagem, sem problema algum”.

Além disso, o presidente disse que poderia mudar a embaixada até 2022. “No Brasil, são quase 40% de evangélicos que querem essa mudança da embaixada. Nós respeitamos o mundo todo e a recíproca está sendo verdadeira quando entramos nesse assunto. Acho que, mais cedo ou mais tarde, pode acontecer a transferência da embaixada”, revelou.

O Catar foi um dos primeiros países a se posicionar contra a transferência da embaixada do Brasil de Tel-Aviv para Jerusalém. No encontro de hoje, no entanto, Bolsonaro disse que não houve reclamação por parte do emir.

OUTRAS EMBAIXADAS

Os Estados Unidos reconheceram Jerusalém como a capital de Israel. De acordo com a redação da Comunhão, a placa indicando a embaixada norte-americana em Jerusalém foi posicionada em 7 de maio de 2018.

O primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, anunciou em 15 de dezembro de 2018, Jerusalém Ocidental como capital de Israel. Por enquanto manterá sua Embaixada em Tel Aviv.

*Da redação, com informações de O Antagonista e Gazeta do Povo


LEIA MAIS

“Embaixada brasileira será transferida para Jerusalém”, diz Eduardo Bolsonaro 
Embaixada dos EUA em Jerusalém ganha primeira placa
Austrália reconhece Jerusalém como capital de Israel