21.9 C
Vitória
segunda-feira, 20 setembro 2021

Em vigília de oração, Max Lucado afirma que há esperança em Jesus

Durante sua ministração na vigília por George Floyd, realizada pela Community Bible Church, Max Lucado afirmou: “O que não podemos fazer, Cristo faz, aqueles que estão traumatizados encontram um novo começo”

O autor cristão Max Lucado participou de uma vigília de oração no Texas na noite de quarta-feira, 3, em meio à agitação social em resposta ao assassinato de George Floyd. Lucado, que também é pastor da Oak Hills Church, e autor de vários livros e devocionais, falou a uma multidão reunida no Travis Park, em San Antonio.

Local tem sido palco de manifestações contra o racismo. A vigília de oração foi organizada pela Community Bible Church, uma das maiores congregações da cidade, junto com outras igrejas.

O pastor postou vídeos em sua página no facebook da vigília de oração que ele participou. “Eu realmente gostaria que você estivesse aqui conosco adorando a Jesus em San Antonio”, disse ele no início de um vídeo , acrescentando que a multidão e a banda de adoração estavam “dando glória a Deus”.

A vigília

A vigília em San Antonio ocorre quando várias outras vigílias de oração pacíficas foram realizadas em todo o país nos últimos dias após a morte de Floyd. Durante sua fala durante o evento, Lucado citou Lucas 4 para salientar que Deus enviou Cristo para curar os de coração partido e libertar os oprimidos.

“Onde Jesus está, aqueles que estão traumatizados encontram esperança, encontram um novo começo, encontram um novo começo”, disse ele. “Onde Jesus está, toda pessoa é valorizada, o Evangelho é declarado”, disse.

O escritor ressaltou que as pessoas estão muito feridas com todos os problemas que têm ocorrido no mundo. Lendo o texto de João 6, que narra o milagre da multiplicação de pães e peixes, ele disse que Jesus está pronto a fazer aquilo que parece impossível ao homem.

“Jesus cuidou da situação. Era impossível alimentar todas essas pessoa, mas se tornou um milagre inesquecível para todas as pessoas. Então o que não podemos fazer, Cristo faz”, concluiu.

Veja o vídeo de um trecho do culto

*Com informações de The Christian Post

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se