22 C
Vitória
terça-feira, 24 novembro 2020

Quase metade dos países do mundo é proibida de evangelizar

Leia também

País quer elevar comércio com a Índia, diz Guedes

"Nossos olhos brilham como vemos acordos como o da Ásia, que integram toda a região", afirmou o ministro da economia

PF faz ‘maior operação do ano’ contra o tráfico

Durante as investigações, que começaram em 2017, foram apreendidas 50 toneladas de cocaína nos portos do Brasil, da Europa e da África

Bolsonaro lamenta alta de preços de alimentos

O presidente ressaltou que sem medidas do governo federal, como a ajuda para pequena empresas e o auxílio emergencial

As leis que proíbem a blasfêmia são “alarmantemente difundidas” em todo o mundo, com muitos países estabelecendo punições desproporcionais, que vão desde prisão até a pena de morte.

Um relatório sobre leis antiblasfêmia e anticonversão foi apresentado esse mês pela Comissão de Liberdade Religiosa Internacional, sancionado pelo governo dos EUA. Irã, Paquistão, Iêmen, Somália e Catar ocupam os primeiros postos em uma lista de 71 países que criminalizam pontos de vista considerados blasfemos.

Na prática, isso significa que uma pessoa não pode mudar de religião e aqueles que ousarem dizer que os ideais religiosos da maioria da população são errados estão sujeitos a serem taxados como criminosos.

“Nós encontramos padrões. Todas essas leis, de alguma forma, se desviam dos princípios da liberdade de expressão. Todas têm uma formulação vaga, que geram diferentes interpretações”, explicou à agência Reuters a autora do relatório, a suíça Joelle Fiss.

O ranking foi estabelecido em como a proibição de uma blasfêmia ou criminalização de um estado viola os princípios do direito internacional. A Irlanda e a Espanha, que possuem leis antiblasfêmia consideradas leves e que raramente são invocadas, preveem apenas uma multa.
Contudo, 86% dos países com leis de blasfêmia preveem prisão para os acusados. A grande maioria são nações islâmicas, que invocam a lei religiosa sharia acima das leis nacionais.

A proporcionalidade da punição foi um critério fundamental para os pesquisadores. “É por isso que o Irã e o Paquistão são os dois países mais perigosos pois eles explicitamente colocam a pena de morte em suas leis”, disse Fiss, referindo-se a legislação que impõem a morte a quem ‘insultar’ o profeta Maomé.

A questão maior é que, se um cristão afirmar que Jesus é Deus ou que é maior que Maomé, já pode ser acusado de blasfêmia. Dentro da prática islâmica, o fato de uma pessoa que nasceu em uma família muçulmana converter-se a outra religião é o suficiente para que ela seja considerada um blasfemador.

Em suma, leis de blasfêmia se equivalem as de anticonversão e podem ser usadas pelas autoridades para reprimir minorias, segundo o relatório. Isso pode servir de pretexto para que os extremistas religiosos fomentem o ódio contra quem pensa diferente deles.

Um caso recente de acusação de blasfêmia envolveu o ex-governador de Jacarta, na Indonésia. Cristão, Basuki Tjahaja Purnama, conhecido como “Ahok”, foi condenado a dois anos de prisão após dizer que não concordava com versículo do Alcorão segundo o qual um muçulmano só deve eleger um dirigente muçulmano.

Especialistas das Nações Unidas criticaram a decisão do tribunal indonésio, classificando a sentença como “injusta e política”.

Outro caso de grande repercussão foi no Paquistão, onde Taimoor Raza, 30 anos, foi condenado à morte por ter feito comentários considerados ‘blasfemos’ no Facebook. Sua crítica à Maomé o colocou no corredor da morte juntamente com outras dezenas de pessoas que de algum modo ofenderam os muçulmanos.

Ainda segundo o relatório da Comissão de Liberdade Religiosa Internacional, em alguns países como a Arábia Saudita, os tribunais da sharia é quem decidem os acusados de blasfêmia e por isso não existe a necessidade de uma lei específica.

Segundo Fiss, o julgamento é “muito vago”, por vezes bastando a palavra de um acusador, sem necessidade alguma de se apresentar provas. Segundo a sharia, o testemunho de um ‘infiel não islâmico’, não possui valor.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Edição 277

O caso da menina de 10 anos que engravidou após ser violentada por um tio em São Mateus, interior do Espírito Santo e teve o aborto autorizado pela justiça, chamou atenção para a triste estatística de casos de abuso sexual em crianças no Brasil. E a igreja diante disso?

Como explicar a perseguição aos cristãos para crianças?

Material da missão Portas Abertas conta a história de crianças que enfrentam a perseguição em países hostis ao cristianismo. Saiba mais!

Igrejas incendiadas no Chile: “repudiável”, diz Marco Cruz

O secretário-geral da Portas Abertas, chamou os ataques as igrejas do Chile no domingo, 18, de "reprovável". Saiba mais!

Edição 276

O caso da menina de 10 anos que engravidou após ser violentada por um tio em São Mateus, interior do Espírito Santo e teve o aborto autorizado pela justiça, chamou atenção para a triste estatística de casos de abuso sexual em crianças no Brasil. E a igreja diante disso?

Edição 275

O caso da menina de 10 anos que engravidou após ser violentada por um tio em São Mateus, interior do Espírito Santo e teve o aborto autorizado pela justiça, chamou atenção para a triste estatística de casos de abuso sexual em crianças no Brasil. E a igreja diante disso?

Cristãos perseguidos: missionários em sua própria terra

Mais de 260 milhões de cristãos no mundo enfrentam perseguição, hostilidades, violência física, verbal, psicológica e sexual, são presos e até mortos por amor a Jesus

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 

Conferência pastoral Fidelidade Extrema

Realizado pela Associação Evangelística Billy Graham, a Conferência começou hoje, 13 e vai até amanhã. Saiba mais!

A esperança não decepciona! Live DIP 2021 é hoje

A Missão Portas Abertas fará Live de lançamento do DIP 2021, hoje, às 19 horas para dar detalhes sobre o Domingo da igreja Perseguida. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Deive Leonardo grava última série do ano: Confira!

Gravação será no dia 12 de dezembro, em São José do Rio Preto (SP). Saiba mais!

Bíblia 365! Leitura em um ano da Palavra de Deus

Editora Mundo Cristão lança "Bíblia 365", diagramada especialmente para a leitura em um ano Acaba de chegar ao Brasil a Bíblia 365, lançamento da Editora...

Leonardo Gonçalves e seu “Sentido”

Projeto reúne canções que marcaram os primeiros 20 anos da vida do artista e ainda homenageia músicos que o ajudaram em sua formação e carreira musical

“Força pra encarar”, em prol da consciência negra

Os cantores Leidy Murilho, Talita Barreto e Asaph, da Sony Music se uniram pra cantar uma canção em prol da consciência negra