Em mensagem de Natal, Elizabeth II fala em reconciliação

(Foto: Steve Parsons/Pool via Reuters)
(Foto: Steve Parsons/Pool via Reuters)

Rainha admitiu que 2019 foi um ano “acidentado”, no entanto, “passos dados na fé e na esperança podem superar diferenças”

Nessa última quarta-feira (25) a monarca Elizabeth II, ressaltou “como pequenos passos dados na fé e na esperança podem superar diferenças antigas e divisões profundas para trazer harmonia e entendimento”.

“O caminho, é claro, nem sempre é tranquilo e, às vezes, este ano pareceu bastante acidentado, mas pequenos passos podem fazer um mundo de diferença”, comentou a rainha na mensagem, gravada e transmitida pela BBC.

O Reino Unido viveu turbulências ao longo de 2019 devido ao processo de saída da União Europeia, o chamado Brexit. Dentro da família real, também ocorreram episódios de tensão.

O duque de Edimburgo, o príncipe Philip, de 98 anos, marido da rainha, deixou o hospital há poucas horas. Desse modo ficou internado durante quatro noites para cuidar de problemas de saúde cujos detalhes não foram revelados.

Além disso, em setembro, o duque e a duquesa de Sussex, Harry e Meghan, confessaram problemas na vida privada. Segundo eles foram vítima de perseguição gratuita dos tabloides. As declarações geraram mal-estar na família real.

No mês passado, o príncipe Andrew, filho de Elizabeth II, decidiu se afastar da vida pública por conta da sua amizade com o norte-americano Jeffrey Epstein, acusado de abusos sexuais e encontrado morto na prisão em agosto.

Crise em família

A imprensa britânica tem questionado se existe alguma crise na família real envolvendo Harry e Meghan. Isso porque os jornais notaram que, no vídeo da mensagem de Natal, a foto do casal não aparece na mesa onde Elizabeth II está sentada. Outro que ficou de fora das fotografias foi o filho Andrew.

Por outro lado, constam porta-retratos do seu filho Charles com a esposa Camila, do príncipe William com Kate e os filhos, e outro ainda do príncipe George. Até uma foto do pai da rainha, o falecido rei George VI, estava na mesa.

Especialistas na história da monarquia britânica, por sua vez, dizem que uma das possibilidades é que a rainha tenha optado por exibir apenas fotos de quem está na linha sucessória ao trono.

Confira 

*Da redação, com informações de Terra 


LEIA MAIS 

“A mensagem de Jesus é mais necessária do que nunca”
Papai Noel – O que ele tem a dizer? 
Natal é solidariedade, comunhão e confraternização