back to top
24.9 C
Vitória
quarta-feira, 12 junho 2024

Eleitores sem biometria poderão votar em outubro, decidiu o TSE

Foto: Divulgação

Os títulos reabilitados para voto em razão da medida voltarão à condição de cancelados quando o cadastro eleitoral for reaberto, após as eleições.

Por Lilia Barros

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, por unanimidade, uma resolução que suspende os efeitos dos cancelamentos de títulos decorrentes de revisão do eleitorado.

Com a decisão, os eleitores que estejam nesta situação poderão votar normalmente no pleito de outubro de 2022. O Plenário acolheu a proposta devido à pandemia de covid-19 que ainda perdura no país, entre outros motivos.

O presidente do TSE, ministro Edson Fachin, afirmou que a prorrogação da suspensão dos efeitos dos cancelamentos é necessária devido ao atual quadro sanitário; à relativa proximidade do período crítico para a força de trabalho nos cartórios eleitorais; e diante do prazo para que eleitoras e eleitores possam tirar, regularizar ou transferir o título, que vai até 4 de maio. Segundo o ministro, todo esse contexto desaconselha ações que possam desencadear um aumento da demanda por atendimento eleitoral.

- Continua após a publicidade -

Os títulos reabilitados para voto em razão da medida voltarão à condição de cancelados quando o cadastro eleitoral for reaberto, após as eleições deste ano.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -