Eleições no Sri Lanka se aproximam

Eleições no Sri Lanka se aproximam. Foto: AFP

A temporada de eleições no Sri Lanka já começou. E os cristãos locais precisam das orações da igreja

Falta menos de um mês para as eleições no Sri Lanka. Está prevista para o dia 16 de novembro. Pelo menos 35 pessoas preencheram nomeações para o cargo. As ruas estão agitadas com comícios.

Ônibus cheios de multidões de todo o país (cerca de 500 mil pessoas) chegaram a Galle Face Green para mostrar apoio a Sajith Premadasa. Um dos principais concorrentes nas eleições deste ano. Seu principal oponente, um favorito do público, é ninguém menos que Gotobaya Rajapaksa, irmão do presidente anterior Mahinda Rajapaksa.

Ele é mantido em alta estima por muitos por contribuir para o fim da guerra civil de 26 anos no país, enquanto secretário do Ministério da Defesa. Ambos candidatos têm milhares de apoiadores, o que torna quase impossível predizer o resultado da eleição.

Muitas pessoas, especialmente os jovens, também demonstram apoio ao antigo comandante do exército do Sri Lanka, general Mahesh Senanayake.

Comunidade cristã

Em meio ao entusiasmo a tensão surge entre a comunidade cristã. Gotabaya Rajapaksa é um apoiador fiel do Bodu Bala Sena (BBS). Um grupo extremista budista que realizou diversos atos de violência contra a igreja durante o tempo de presidência de Rajapaksa.

Como o atual presidente não tolera conflitos entre grupos religiosos, o BBS não esteve ativo nos últimos anos. Mas ressurgiu recentemente em três ataques contra cristãos, em que alguns pastores e cristãos foram severamente agredidos. Esses ataques servem de alerta que a perseguição aos cristãos pode crescer novamente após as próximas eleições.

O nível de medo entre os cristãos aumentou muito depois dos ataques no domingo de Páscoa e os cultos nas igrejas diminuíram em muitas áreas. Se mais violência se seguir contra a igreja, os efeitos na comunidade cristã serão drásticos, especialmente nas partes rurais do país.

“Nesses momentos de incerteza, somos confortados pelo conhecimento que não há autoridade exceto aquelas que Deus estabeleceu. Lembre-se do Sri Lanka em suas orações. Ore para que a mão do Senhor esteja sobre essas eleições e que apenas Sua vontade seja feita. No passado, houveram incidentes em que urnas foram roubadas. Atos de violência também ocorrem quando surgem conflitos entre apoiadores de partidos da oposição. Ore pela segurança das pessoas e por sabedoria para os policiais e oficiais militares”, relatou um missionário de Portas Abertas.

Cartões para cristãos vítimas de ataques

No país, são muitos cristãos vítimas dos ataques ocorridos durante páscoa desse ano. a Missão Portas Abertas lançou o desafio para a igreja. Trata-se do envio de cartões para 133 crianças traumatizadas com as explosões e para os 20 voluntários que trabalham ajudando os sobreviventes.

O prazo para enviar as cartas é dia 30. (Saiba mais aqui). Como as correspondências serão entregues próximos ao Natal, os mesmos poderão ser temáticos. Não esqueça de identificar se o cartão é para as crianças ou para os voluntários.

Conheça Colombo, capital de Sri Lanka


leia mais

Cristãos ameaçados por budistas no Sri lanka
Sri Lanka diz que atentados foram retaliação a Christchurch