23.3 C
Vitória
quinta-feira, 20 janeiro 2022

Eleições EUA: quem vai vencer o duelo?

Foto: Reprodução

O duelo entre os dois candidatos nas eleições dos EUA será definida hoje, 3. “O Partido Republicano representa melhor os princípios do evangelho”, disse pastor Lécio Dornas, da Associação das Igrejas Batistas Brasileiras da América do Norte

Os Estados Unidos decidem nesta terça-feira, 03, se reelegem Donald Trump ou se conduzem Joe Biden à Casa Branca, nas eleições mais emblemáticas e imprevisíveis da história recente. Mais de 100 milhões de norte-americanos já votaram, o que representa 72% das pessoas que votaram no pleito de 2016. Quem vai vencer esse duelo?

Apesar de aparecer atrás nas pesquisas, Trump disse nesta terça que irá ganhar com uma margem maior que há quatro anos. Aliado do republicano, o presidente Jair Bolsonaro disse estar confiante da reeleição do mandatário dos EUA. No Brasil, o dólar recuou ante o real com a perspectiva de vitória de Biden.

“Vencer é fácil. Perder nunca é fácil, não para mim”, declarou Trump. Biden pede que americanos votem e “reconquistem a democracia”. Hillary Clinton convoca eleitores a saírem de casa para votar no democrata.

Pesquisas

Segundo pesquisa da CNBC/Change Research divulgada na segunda-feira, 2, Biden tem vantagem apertada em seis Estados-pêndulo, dentre eles os quatro citados por Trump.

Durante a entrevista, o presidente americano ainda afirmou que só irá declarar vitória, caso ganhe as eleições, quando forem encerradas as apurações em todos os Estados. Desta forma, Trump rejeitou a ideia de comemorar a possível reeleição com base em apurações parciais.

Tensão, apreensão e esperança

As eleições nos EUA vem no extremo de ambiguidades de tensão, apreensão, apreensão por um lado, mas de esperança por outro lado. Do ponto de vista das igrejas evangélicas em geral há uma visão esperançosa, já que o programa do Partido Republicano apresenta projetos relacionados aos princípios cristãos.

“Nem sempre as pessoas eleitas são as melhores quanto aos princípios dos valores do reino. Mas o programa do Partido Republicano representa melhor os nossos ideias como evangélicos”, explicou pastor Lécio Dornas, ex-presidente da Associação das Igrejas Batistas Brasileiras da América do Norte (AIBBAN).

Agora quanto as igrejas étnicas, focando os imigrantes que vivem no país, há muita apreensão. “Nesse momento, a política imigratória do Trump é austera e inibidora, restrintiva. Já o último candidato pelo Democrata teve uma política mais avançada nesse sentido”, ressaltou.

Então, há um suspense do que vai acontecer. “Levando-se em consideração a economia, o Trump é melhor, mas para a realidade imigratória, o Biden é o melhor. Mas levando-se em consideração, valores, princípios e crenças, que se harmonizam com o evangelho, independente do candidato, o programa do Partido republicano representa melhor, que é representado pelo Biden. E nós sempre optamos pelo voto num partido cujo programa se harmonize mais com os princípios do evangelho”, concluiu.

*Com informações das agências

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se