24.1 C
Vitória
sábado, 15 maio 2021

“Me perdoem, sei que Deus já me perdoou”, diz Elaine Martins

Cantora usou as redes sociais para pedir perdão por um vídeo com Dr. Jairinho, preso preventivamente por matar o enteado Henry Borel, de 4 anos

Em um gesto de humildade, a cantora Elaine Martins usou as redes sociais para pedir perdão por um vídeo de 2020, no qual apareceu apoiando a candidatura de Dr. Jairinho, preso, pela morte do enteado, Henry Borel, 4 anos. Ele foi eleito vereador do Rio de Janeiro, mas foi expulso do partido Solidariedade após sua prisão. Veja o vídeo!

“Sabe aquela situação que você passa, aquilo que você faz e depois diz: “Ah se eu pudesse voltar atrás”? Isso aconteceu comigo. Por isso, hoje, estou aqui. Da mesma forma que eu usei as minhas redes sociais para pedir por uma pessoa, estou aqui para pedir perdão por mim, por ter indicado alguém que eu não conhecia”, disse.

Elaine, que afirmou já ter pedido perdão a Deus, também afirma que leu os comentários das pessoas em suas redes sociais dizendo que poderia ter orado a Deus. E ela respondeu: “sim, mas não fiz, e por isso, estou aqui para dizer aos meus seguidores, aqueles que acreditam em mim, que até votaram por minha causa: me perdoem! Essa situação é muito triste. Eu me solidarizo com toda a família. Hoje, diante de vocês, eu peço perdão”, declarou.

A lição que fica

A cantora disse que diante dessa situação acabou aprendendo a lição, e que não vai voltar a emprestar seu nome a qualquer pessoa.

“Já chorei bastante porque é uma situação que dói na alma. Eu sou mãe, tenho dois filhos, já perdi um filho e sei a dor que é isto para a família. Me sinto enganada. Não foi por querer, mas me perdoem. Eu sei que Deus já me perdoou. Uma coisa eu aprendi com isso: a Bíblia diz que mais vale um bom nome. E, hoje, eu entendo: eu não posso emprestar o meu nome para qualquer pessoa”, concluiu.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se