19.9 C
Vitória
segunda-feira, 22 abril 2024

Efeito suspensivo: Santos poderá ter torcida na Vila Belmiro

Santos assina contrato com a WTorre para construção de novo estádio - Foto: Divulgação / SantosFC
Santos assina contrato com a WTorre para construção de novo estádio - Foto: Divulgação / SantosFC

Com o isso, o Santos poderá liberar suas arquibancadas para as partidas contra o Vasco, 1º de outubro, e o Red Bull Bragantino, dia 19

O Santos conquistou uma vitória no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quinta-feira. O clube paulista teve sucesso ao obter um efeito suspensivo para poder contar com seus torcedores nas duas próximas partidas na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.

Com o efeito suspensivo, o Santos poderá liberar suas arquibancadas para as partidas contra o Vasco, no dia 1º de outubro, e o Red Bull Bragantino, no dia 19. A decisão é válida até que Pleno do STJD julgue recurso do clube, em data ainda não confirmada. A próxima reunião do tribunal está marcada para o dia 28, mas inicialmente o caso não está na programação dos auditores.

O efeito suspensivo se refere à decisão tomada pela 4ª Comissão Disciplinar do STJD, na semana passada. O órgão puniu o Santos com dois jogos sem a presença de torcedores em seu estádio. No mesmo julgamento, o clube paulista foi multado em R$ 36 mil.

O Santos foi punido porque torcedores arremessaram objetos no gramado da Vila em dois momentos diferentes no jogo contra o Grêmio, pela 20ª rodada do Brasileirão.

- Continua após a publicidade -

Trata-se da segunda vez em dois meses que o clube enfrenta problemas do tipo no STJD. Em julho, o time levou gancho de oito jogos, com perda do mando de campo e partidas com os portões fechados, novamente devido ao comportamento inadequado de torcedores no estádio. O clube apresentou recurso, que o STJD acatou, reduzindo a pena pela metade.

O Santos, então, voltou a jogar em casa, com a presença da torcida justamente na partida contra o Grêmio, quando torcedores arremessaram os objetos no gramado e deram origem à denúncia mais recente. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -