back to top
23.9 C
Vitória
domingo, 23 junho 2024

Educadora destaca bases bíblicas para moldar filhos

Foto: FreePik

Segundo Cris Poli, os pais devem exercer autoridade em amor, com postura firme e clareza nos ensinos

Por Patricia Scott

Uma geração sem limites, que não gosta de cobrança nem de se submeter a autoridade. Com acesso fácil e rápido às informações, cada vez mais cedo os filhos levantam bandeiras e desafiam os pais com conceitos e princípios, no mínimo, nada convencionais.

As famílias têm enfrentado, com isso, muitos desafios no que diz respeito à educação dos filhos. Segundo a educadora Cris Poli, a resposta está em “voltar às bases” bíblicas, além de recuperar a firmeza e a autoridade em casa, para a resolução dos problemas, desde os mais simples aos mais complexos, em qualquer fase da vida deles.

Ela assegura que os pais precisam decidir o que desejam passar como padrão de vida para os filhos. “Ensine ao seu filho o que é bom para a sua família. Seja claro e ajude-o a entender por que você escolheu esses valores”, orienta a educadora Cris Poli, que atua na direção pedagógica do Ensino Fundamental na Escola do Futuro.

- Continua após a publicidade -

Nesses tempos desafiadores, Poli aconselha os pais a mostrarem aos filhos a base cristã revelada na Bíblia. Assim, é preciso ensinar a eles o que a família considera como certo. “O mundo hoje tem o discurso de que o certo para você pode não ser para mim. E tudo bem”, expõe, acrescentando que a criança fica confusa. “É dessa forma que estão desconstruindo a família, ficando sem referencial e fundamento. Assim, surgem as confusões e os problemas”, opina.

A educadora pontua que o problema está sempre nos pais. Isso porque eles são os guias, o mapa para os filhos. Por isso, “amor e limites é uma receita boa, equilibrada. Não é o autoritarismo, é a autoridade que você exerce. Ser firme, sim, mas com amor, não o amor permissivo. É isso que faz bem às crianças”.

Cris lembra que a Palavra de Deus afirma que o pai e a mãe têm autoridade para educar os filhos. “Autoridade não é autoritarismo. Você deve ser amigável, mas não amigo”. De acordo com a educadora, “pai educa. Perante Deus, ele é o que mostra o caminho para os filhos”.

Assim, é preciso ensinar aos filhos que cada pessoa é responsável por suas ações e que, se eles decidirem não obedecer, vai ter uma consequência. “Precisamos ser firmes nos limites que impomos, afinal, se amamos nossos filhos, precisamos impor limites”, assevera Cris Poli, citando a Bíblia: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele” (Provérbios 22.6).

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -