back to top
25.9 C
Vitória
quinta-feira, 20 junho 2024

É Natal, Jesus chegou ao mundo

A ação de amor de Jesus Cristo deve despertar em nós amar e entender o que realmente significa o Natal

Por Erasmo Vieira

Esta é a época mais festiva para os cristãos. O problema é que ficamos apenas no “festiva”. E, por “festiva”, entenda-se comer, beber, comprar, festejar. É lindo ver as luzes do Natal. Ver as pessoas com semblante diferente. Por que as luzes? Por que os semblantes diferentes?

Por causa das comemorações que energizam as pessoas. Antecipa-se a euforia do ganhar presentes, comer e beber bastante, rir e se divertir à bessa! Feriado!

 

Mas, espere aí. Isso é Natal? Qual o original do Natal? Max Lucado escreveu um livreto chamado In The Manger. Nesse livro, ele conta a seguinte história, escrita originalmente pelo dr Maxwell Maltz.

- Continua após a publicidade -

Um homem havia queimado e seu rosto e estava desfigurado. Isso aconteceu num incêndio em que ele tentou salvar alguns parentes. Ele não conseguiu salvá-los e por isso, achou que as suas queimaduras eram uma punição de Deus. Assim, ele protegia seu rosto não permitindo que ninguém o visse, inclusive sua esposa. Ela, um dia, decidiu procurar o dr Maltz, cirurgião plástico.

Ela ouviu do médico que a face de seu esposo poderia ser restaurada. Mas o marido recusava qualquer tipo de ajuda. Foi quando o médico ficou espantado com o que a mulher pedia. Ela disse: “Quero que o senhor desfigure a minha face para que fique como meu marido. Se eu estiver como ele, compartilhando a sua dor, talvez ele me permita ser novamente a esposa que sempre fui”.

O dr Maltz ficou chocado, e naturalmente se recusou a atender ao pedido. Mas aquilo mexeu profundamente com ele, de modo que decidiu procurar o esposo, que se trancava no quarto, evitando sair.  Apresentando-se, descreveu o que poderia fazer no rosto daquele marido. Mas de dentro de seu quarto, o marido nada respondeu. Foi aí que o dr Maltz falou do que a esposa desejava fazer. “Ela quer que eu desfigure a face dela para ficar igual a sua, na esperança que isso restaure o relacionamento de vocês. E isso mostra o quanto ela ama você”.

Houve um breve momento de silêncio, e, em seguida a porta do quarto começou a se abrir lentamente. E o marido quis saber os detalhes daquilo. A maneira como a mulher se sentiu em relação ao marido, é exatamente a forma como Deus se sente a nosso respeito.

A desfiguração que o pecado nos fez, levou Jesus a ficar desfigurado por nós na cruz. Porque foi decisão dEle, baseado no Seu amor por nós. Sua ação de amor deve despertar em nós amar e entender o que realmente significa o Natal.

“Porque Deus amou tanto o mundo que deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha vida eterna”. Jo 3:16 (NVT)

Isso é Natal. De verdade!

Erasmo Vieira é pastor e psicólogo.

Mais Artigos

- Publicidade -

Comunhão Digital

Continua após a publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

Entrevistas