Furacão Dorian destrói igrejas e isola comunidades nas Bahamas

Igreja New Life, antes de ser destruída. Foto: Reprodução/ Randy Crowe

Com 300 habitantes, a ilha de Bahamas tem três igrejas cristãs. Uma delas foi destruída com o Furacão. Assistentes cristãos esperam que as inundações diminuam

Furacão Dorian destrói igrejas e isola comunidades nas Bahamas. O pastor Randy Crowe desde o dia 01 de setembro teve seu contato limitado com sua antiga congregação, na ilha de Man-O-War Cay. A falta de eletricidade, telefone ou serviço celular, impediu a comunicação.

Durante uma chamada via satélite com um ex-congregante da Igreja Bíblica New Life, Crow descobriu que a igreja que pastoreou durante 12 anos foi destruída. Os ventos chegaram a 320 quilômetros, ocasionados pela tempestade de categoria 5.

A ilha tem menos de 300 habitantes. E sofreu com o furacão Dorian, que atravessou as 700 ilhas que compõem as Bahamas. O pastor Crowe relatou a gravidade do acontecido. “Cay Man-O-War é dizimado, apenas destruído”, relatou.

DORIAN DESTRÓI IGREJAS  

Man-O-War Cay foi à parte mais atingida das Ilhas Abaco. E que sofreu danos generalizados em quase todos seus edifícios.

Na pequena ilha havia três igrejas. A Igreja Bíblica Nova Vida, Igreja de Deus e a Capela do Evangelho. A Nova Vida foi coberta por um tapume cinza, palmeiras e revestida com compensado em cada janela, mas mesmo assim não resistiu à força do Dorian.

“A Nova Vida e a casa estão fechadas. O resto está nas mãos de Deus”, diz a mensagem na página da igreja Nova Vida no Facebook.

RECONSTRUÇÃO 

Devido aos danos ocorridos na infraestrutura da ilha, os líderes das igrejas das Bahamas não conseguiram entrar em contato com outros pastores dos EUA. Segundo a Cooperative Baptist Fellowship não há notícias dos pastores de suas nove igrejas no Bahamas.

Foram necessários três dias para que alguém chegasse a Man-O-War, e o aeroporto mais próximo em Marsh Harbour está a menos de um metro de água.

O pastor Crowe deve esperar até o fim de semana para levar suprimentos em seu avião Piper Cherokee 6. E quando o aeroporto reabrir na ilha de Abaco, nas proximidades, Crowe planeja trazer suprimentos de emergência. São lonas, motosserras, produtos de higiene, geradores, bebidas em pó e refeições prontas.

O pastor também planeja reconstruir o Island Outreach, ministério que ele e sua esposa Paula,  fundaram há décadas.

“Nossos esforços se concentrarão em “Marsh Harbour e Man-O-War Cay” e disse mais “Haverá muitas viagens. A primeira prioridade é proteger as casas e os telhados e limpar as estradas, garantindo que todos tenham comida e água.”, concluiu.

MAN-O-WAR CAY

Na maior ilha de Grand Bahama os relatórios indicam que há igrejas, como a Catedral do Jubileu, que se tornou abrigo para 150 pessoas.

A Samarintan’s Purse, desembarcou em Nassau com suprimentos de socorro na última quinta-feira (5) trazendo materiais de abrigo, filtros de água e unidade de filtragem. A equipe possui um helicóptero e aviões menores, e que esperam para acessar ilhas mais remotas.

O pastor Crow disse que a Missionary Flights International também planeja transportar suprimentos para Marsh Harbour, quando o aeroporto reabrir, e completou dizendo.

“Todos trabalhamos juntos porque é isso que torna o corpo de Cristo tão bom”, concluiu.

*Da Redação de Comunhão, com informações de Christianity Today


LEIA MAIS

EUA: O socorro das Igrejas às vítimas do furacão Dorian