26 C
Vitória
quarta-feira, 26 janeiro 2022

China: Dono de livraria cristã é condenado a sete anos de prisão

Bíblia-ilustrada-chinesa
Foto: The Christian Post/Amanda Winkler

Além de ter sido condenado à prisão, o Partido Comunista Chinês vai queimar todos os 12.864 livros de seu estabelecimento

O dono de uma livraria cristã, Chen Yu, foi condenado a sete anos deprisão e ainda multado em quase 30 mil dólares por vender livros “ilegais” na cidade de Taizhou, província de Zhejiang, na China. Os livros cristãos foram importados de Taiwan e dos Estados Unidos, entre outros países.

De acordo com um artigo do grupo International Christian Concern, ano passado, Chen, que operava sua livraria online na cidade de Taizhou, província de Zhejiang, foi detido por vender publicações religiosas não aprovadas importadas de Taiwan, dos EUA e de outros países. A polícia lançou uma investigação nacional para rastrear os clientes da livraria por meio de registros de vendas e confiscou seus livros comprados.

Na semana passada, Chen foi condenado a sete anos de prisão e o Departamento de Segurança Pública da cidade de Linhai, do Partido Comunista Chinês, vai queimar todos os 12.864 livros de sua livraria. Seu smartphone também foi confiscado.

Outro site cristão internacional, Disrn, também informou que o Partido Comunista Chinês começou a procurar todos os clientes de Chen Yu para destruir o que eles compraram.

Cristãos perseguidos no país

Esta não é a primeira vez que o Partido Comunista Chinês tem como alvo os cristãos. Na Bíblia há vários os alertas acerca da perseguição que os cristãos enfrentariam. Pois, quem ama o Senhor Jesus será perseguido por causa de sua fé. Ele mesmo já avisou:

“Lembrem-se das palavras que Eu disse: Nenhum escravo é maior do que o seu senhor. Se me perseguiram, também perseguirão vocês. Se obedeceram à Minha palavra, também obedecerão à de vocês”. João 15:20.

*Com informações de The Christian Post

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se