21.9 C
Vitória
domingo, 24 outubro 2021

Roobertchay dirige documentário de igreja centenária do ES

Renomado cineasta no Brasil, Roobertchay, dirige o documentário que vai contar a história centenária da Igreja Batista Esperança, em Iconha (ES). Projeto tem participação do ator Ed Oliveira.

Por Priscilla Cerqueira 

Dor, frustação, fé, amor e esperança. Tudo isso recheado a muito história emocionante, será narrado em um documentário inédito, que vai contar os 116 anos da Igreja Batista Esperança, em Bom Destino, Iconha, no interior do Espírito Santo. Dirigido pelo renomado cineasta Roobertchay Rocha, e roteirizado pela jornalista Elaine D’Ávila, o docudrama, como é chamado, deverá ser apresentado em breve e deverá ser distribuído via streaming.

“A história da Igreja Batista Esperança é o seu maior patrimônio, e não poderíamos permitir que a próxima geração não fosse alcançada por ela, sendo assim idealizamos o documentário para ser um marco temporal e perpetuar de maneira artística este grande legado. Não importa onde Deus nos permita chegar, jamais devemos desconsiderar os passos que foram dados para que chegarmos até aqui. A equipe que está envolvida nesse projeto nos faz acreditar ainda mais no sucesso dele”, explicou o pastor Janderson.

Entusiasmado com o documentário da igreja, o pastor Janderson, que está à frente da igreja há um ano, disse que o projeto é apenas o primeiro passo para outro mais audacioso. “Pretendemos desenvolver um núcleo áudio visual, desejamos levar a mensagem do evangelho através do cinema e estamos nos preparando para isto”.

Roteiro e histórias

Segundo a jornalista Elaine D’Ávila, o documentário traz fatos interessantes jamais contados sobre a igreja do interior do Espírito Santo. São histórias centenárias de pessoas protagonistas da fundação da igreja e que integraram a membrezia da mesma, ajudaram na propagação do evangelho na região, deixaram suas marcas e passaram o legado para seus familiares.

Para isso, um roteiro foi elaborado através de uma pesquisa de campo, documentos da igreja e conversa com os membros atuais. “Fiz uma pesquisa bem elaborada, passei uma semana indo nas casas, conversando com os membros. Um trabalho de apuração! Depois montei o roteiro dos depoimentos para as pessoas e familiares que viveram a história”, contou Elaine.

Uma das participantes é Raiani Nascimento, neta de Valdemar Pereira, que foi o primeiro evangelista da igreja. “Participar desse projeto, podendo contar a história da nossa igreja de muitos anos de luta, perseverança e esperança é gratificante, pois podemos contribuir com o ide, que é algo que o Senhor colocou para todos nós. Acredito e espero de coração que muitas vidas sejam alcançadas com essa história”, declarou.

Preparação e cenas

documentário_igreja-Iconha_2
Igreja Batista Esperança completa 116 anos de história. Foto: Golias Engelhardt

As gravações começaram a ser feitas há duas semanas. Os atores que participam do documentário, que são os próprios membros da igreja, estão sendo preparados e treinados pelo ator Ed Oliveira, que atuou como Sumuabum, líder dos amoritas na novela Gênesis da TV Record. Ele também participou recentemente da gravação do clipe da cantora Fernanda Brum.

Ed conta que tem sido um trabalho especial e diferente em sua carreira. “A história dessa igreja é espetacular. Saíram cenas que vão surpreender o espectador. O trabalho está fantástico, com depoimentos e com a ficção contando a história de pessoas reais. Foi uma das melhores experiências que tive como ator e como pessoa.

Encontrei um lugar e pessoas que geralmente não se encontra sempre. Estou muito feliz e a expetativa é grande para ver tudo pronto. O que me motiva é trabalhar com atores, independente da religião, e contar histórias”, conta. “Ele soma muito com a sua experiência, tem sido gratificante”, completou Raiani.

Emoção é o que fala

O documentário conta com entrevistas e cenas intercaladas, que vão dar mais emoção. Por enquanto está tudo no suspense. Mas Roobertchay e Elaine garantiram cenas de bastante impacto. Para isso, atores profissionais, além dos membros da igreja, participaram das cenas, em fatos que marcaram a história da igreja.

A atriz Maressa Luiza, 15 anos, será uma das protagonistas. “Fazer o papel que me foi designado foi um dos melhores personagens que já fiz na minha vida. Sei da importância que tem para a igreja. E eu estou muito feliz em interpretar a vida dessa pessoa. Foi uma oportunidade incrível para mim. A história é linda demais. É surreal pensar que isso aconteceu tão pertinho da gente”, declarou com ar de suspense.

Outro ator que teve uma experiência incrível foi o Guilherme Rocha, que participou recentemente do clipe da Rayssa Carvalho como Anderson Freire. “Fiz um personagem com uma linda história de amor. Foi muito bom viver essa experiência nesse projeto por que me fez enxergar com novos olhos a atuação do ator. Foi muito bacana”, contou.

Segundo o cineasta, a intenção é passar mais realidade e impacto, levando o expectador a extremos do sentimento humano.

“São histórias realmente incríveis, com depoimento de pessoas que viveram esses momentos e nós decidimos reproduzir algumas dessas histórias e cenas. Existe um arco dramático, que normalmente não é usado em documentários. E as pessoas, membros da igreja que se dispuseram a participar do projeto juntamente com atores mais experientes. Foi um desafio, mas vai ficar lindo. Será uma produção que as pessoas vão querer assistir”, explicou Chay.

Confira algumas cenas do documentário

Foto: Golias Engelhardt

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se