24.4 C
Vitória
segunda-feira, 15 agosto 2022

Esclerose Múltipla: histórias de superação de quem tem a doença

Cláudia Rodrigues
A atriz Cláudia Rodrigues é uma das pacientes portadoras de Esclerose Múltipla que participou da produção. Foto: Reprodução

Documentário no Youtube aborda sobre a Esclerose Múltipla, que é incurável. Os múltiplos aprendizados de quem tem a doença foi tratada em “O Diário de Lidwina”

Por Priscilla Cerqueira

O que você sabe sobre Esclerose Múltipla? Trata-se de uma doença desconhecida e sem cura. Nesse domingo, 30, foi celebrado o Dia mundial da Esclerose Múltipla. Um documentário produzido no Brasil, chamado de “O diário de Lidwina”, traz depoimentos de especialistas no assunto e de pessoas que convivem com o problema

A intenção é expandir conhecimento, visibilidade, compreensão e solidariedade perante os portadores da Esclerose Múltipla, uma doença do sistema nervoso central, de difícil diagnóstico e no estágio da ciência atual.

A partir da história de uma jovem holandesa do século XIV, Lidwina Van Schiedam, que foi um dos primeiros casos de Esclerose Múltipla da história da medicina, filme mostra o cotidiano de brasileiros portadores da doença e sua busca por tratamento e qualidade de vida.

É possível mudar sua vida para melhor depois do diagnóstico de uma doença grave? Através de depoimentos de pacientes que tem a doença, essa e outras respostas são respondidas.

Através de depoimentos de pacientes, familiares e especialistas da saúde, veremos aprendizados sobre a superação de sequelas e limites, atos de valorização da vida e da investigação científica.

Documentário

Filme está disponível no Youtube. Participam do documentário médicos e especialistas da área, assim como a Associação Brasileira de Esclerose Múltipla e pacientes.

São abordados temas como a gestão pública do acesso de medicamentos de alto custo, a relação das pessoas com o divino e a espiritualidade, as armadilhas psicológicas e a adaptação às sequelas da doença, a profunda gratidão à vida quando se enfrenta doença grave, os tratamentos mais modernos disponíveis e a humanização dos pacientes e dos profissionais de saúde.

Assista “O Diário de Lidwina”

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se