25.1 C
Vitória
terça-feira, 20 abril 2021

Israel: Número de infectados pela Covid-19 diminuiu após vacinação

A imunização no país teve início em 20 de dezembro, e como na maioria dos países, os profissionais de Saúde foram os primeiros a receber o imunizante, seguidos por idosos, pacientes em grupos de risco e jovens.

Por Keila Lopes

As autoridades de saúde de Israel divulgaram os primeiros resultados da vacinação do país. De acordo com o Ministério da Saúde local, a imunização tem apresentado sinais positivos na redução de infecções por Covid-19.

Além disso, a demanda por internações de idosos acima de 60 anos também reduziu, após a aplicação da vacina.

Os números mostram que apenas 531 pessoas idosas, dos quase 750 mil vacinados, foram diagnosticadas com a doença depois de receberem o imunizante, porém, com sintomas leves.

Outra parcela muito pequena de apenas 38 pessoas foram hospitalizadas com sintomas moderados, graves ou críticos em decorrência da doença.

O Ministério avaliou o prontuário de quase 800 milhões de idosos, pelo menos até sete dias, após terem sido vacinados. Houve três mortes em vacinados, mas não foi possível saber se eles contraíram a doença antes de serem imunizados. Antes da vacinação, mais de 7000 infecções foram registradas e 307 mortes.

Terceiro Lockdown

Israel tem priorizado aplicar a segunda dose num intervalo de três semanas, mas não é possível obter resultado imediato logo após a aplicação da primeira dose, uma vez que, o sistema imunológico está sendo preparado para reconhecer o imunizante e combater o vírus.

Apesar disso, algumas cidades decidiram adiar a segunda dose e por este motivo, a estratégia é continuar com o terceiro lockdown, que teve início em 27 de dezembro.

Com informações BBC

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se