19.9 C
Vitória
sexta-feira, 18 junho 2021

Diego Karter: “A música fala por si só”

O jovem artista que canta, encanta e influencia a música gospel no Brasil

Por Priscilla Cerqueira 

Uma salada de ritmos, passando pelo folk, rock britânico, pop, black music e MPB. Tudo isso na voz de um jovem artista que anda atraindo os adeptos da boa música evangélica. Aos 29 anos, Diego Karter canta, encanta e influencia a música gospel com suas canções.

Mesmo tão jovem, o artista, que é baiano, tem várias composições. Um homem simples, que acredita na arte para alcançar pessoas, “pois as vezes da forma tradicional não conseguimos, mas a música tem o poder de penetrar, ela fala por si só”, afirma.

Sua história com a música veio de berço. Aos 8 anos tocou os primeiros acordes no violão e cantou também. Cresceu numa família de músicos e aprendeu a ser eclético com todos os tipos de som e estilos. “Meu pai não era crente, mas gostava e tocava muito MPB e minha mãe, da Assembleia de Deus, escutava gospel, então aprendi a gostar de tudo. Isso me ajudou na formação musical que tenho hoje”, diz.

Membro da Igreja Batista Atitude, na barra da Tijuca (RJ), Diego se inspira no conhecimento que adquiriu ao longo da vida para seguir seu ministério. “Mesmo tendo uma família de músicos, eles não quiseram trilhar por essa estrada. Meu pai até escrevia canções, chegou a participar de festivais, mas não conseguiu entrar para gravadora. Mas eu resolvi ir adiante”, explica.

Aposta na carreira

O artista sempre sonhou em ter uma carreira sólida na música gospel, como ministério.
Sua intenção sempre foi falar de Deus através de suas músicas.

“Quando a gente quer viver de música o sonho da carreira é inevitável. Sempre quis compartilhar as canções que Deus me dava. Meu desejo era de um dia cantar nas igrejas, viajar pelo país afora levando a Palavra de Deus através da música e isso está se concretizando”, conta. “A maior satisfação do artista é que a sua arte chegue ao maior número de pessoas possível”, completa.

O cantor também faz questão de afirmar que seu ministério é um chamado divino. “Não foi algo que aconteceu num dia ou num horário específico. A partir do momento em que comecei a fazer música na igreja, entendi que esse era o meu chamado”, frisa.

Dono de diversas músicas conhecidas como Irresistível, Príncipe da paz, e outras, Diego ganhou bastante visibilidade entre o público, com a canção ‘Graça’. “Foi uma surpresa, pois alcançou muita gente e com números impressionantes das plataformas”. Além dela, ‘Dono do tempo’, que o artista considera como a mais diferente e inovadora de sua carreira. “Apesar de não ter tanta visibilidade, essa foi a que mais me marcou”, diz.

Mas cada canção tem suas peculiaridades, e muitas delas nascem de um momento específico. “Algo que eu estou vivendo ou alguma experiência que eu esteja passando até mesmo com Deus, que eu acabo transformando em música. A minha verdade pode ser a verdade do outro, então sempre acho que posso ajudar as pessoas através da arte”, acrescenta.

Notoriedade e crescimento

Diego tem oito anos de carreira. Ficou conhecido no país ao participar da sexta temporada do programa ‘The Voice Brasil’, da rede globo, em 2017, onde seu falsete chamou atenção dos jurados. Além de mostrar sua incrível influência eclética dos estilos musicais. “Existe o Diego antes e depois do programa”, brinca.

A brincadeira faz sentido, pois foi no reality que o artista ganhou notoriedade, “pois é um programa de muita repercussão”. Participar do The Voice sempre foi um sonho do artista, mas tinha receio por conta da igreja e de não poder cantar música gospel.

Mas ele resolveu se inscrever, gravou um vídeo se apresentando e cantando uma música e quatro meses depois recebeu uma ligação para participar. “Minha intenção nem era ganhar a premiação, mas usar o máximo da visibilidade que o programa dá para mostrar meu trabalho e as pessoas me conhecerem. Eu já tinha músicas gravadas e só queria que minhas canções fossem conhecidas e isso aconteceu”, explica.

Foi através do programa que Diego assinou contrato com a maior gravadora gospel do país, a Sony Music. Inclusive participou do projeto “Sony Music Live”, em comemoração aos dez anos de criação do segmento gospel da gravadora.

Ao longo de sua carreira, o artista também fez diversas parcerias musicais com cantores de renome do gospel nacional, como Mariana Valadão, Mariah Gomes, Discopraise e outros. “Cada participação foi um aprendizado, uma experiência diferente. Essas pessoas são referência para mim, um dia quero chegar onde elas chegaram, com humildade”, disse.

Claro, sem perder a essência do evangelho através da sua arte. Isso é ressaltado pelo cantor a todo instante, que vive só de música há três anos. Para ele, não adianta simplesmente cantar, a música precisa transformar. “Meu objetivo é fazer com que minha música chegue ao maior número de pessoas possíveis e que elas sejam transformadas com a mensagem que levo”, pondera.

Diego não pára

Como um jovem sonhador, Diego é persistente. “Paro e olho para traz e vejo que muita coisa mudou e que eu posso ir muito mais longe. Sei que Deus vai me proporcionar isso, é só confiar, continuar trabalhando e correndo atrás. Não adianta ficar desanimado,
temos que continuar persistindo”, afirma.

É que o artista ainda tem muita coisa pra mostrar no mercado gospel. O ano já começou e o primeiro projeto musical autoral de 2021 já está no forno. Um novo single, voltado para louvor e adoração na igreja, vai sair em breve, inclusive com clipe, mas sem data ainda certa para lançar. “Talvez dentro de uns três meses”, afirma.

O cantor também conta que pretende lançar um projeto visual somente para o Youtube. “É uma releitura das minhas canções que foram lançadas pela Sony Music, que terá participações de diversos cantores. Tem bastante coisa, pois a gente não pára”.

Canção “Graça”, a mais conhecida da carreira do artista

De composição de Diego Karter e Silas Erbe, “Graça” foi lançada em 2020, é uma das canções de maior sucesso do artista. Confira!

Olho pra mim
Tento encontrar verdade
E vejo todo mal
Que eu já fiz
Olho pra ti
Tu és a própria verdade
E vejo o doce amor
Que tens por mim
Sai de mim
Um rio de águas turvas
Impossível de navegar
Desaguo em ti
Um oceano inteiro
De graça sem fim
Quando eu estou em ti
Teu infinito amor desfaz quem fui
E faz o sol nascer pra eu ser
Aquilo que sonhou
Bem mais que um pecador
Tua graça faz
Eu caminhar pra ti uma vez mais

Ouça a canção

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se