Dica de leitura – Cartas à igreja

Foto: Reprodução

O livro do norte-americano Francis Chan lembra como as comunidades cristãs perderam sua relevância em muitas cidades e países e as desafia a se reinventar

Em 18 de abril de 2010, Francis Chan anunciou à congregação de Cornerstone Community Church – igreja fundada por ele e pela esposa, em 1994, e considerada uma das maiores do condado de Ventura, na Califórnia – que renunciaria ao cargo de pastor sênior. A razão por trás da decisão não era cansaço, muito menos qualquer conduta que o tornasse inadequado para o posto. Francis recebeu um chamado!

Após vender sua casa, o pregador passou um ano visitando igrejas e interagindo com lideranças no sudoeste da Ásia. Ao voltar para a Califórnia, Chan iniciou em São Francisco um movimento de plantação de igrejas, tanto em sua casa como nos lares de outras pessoas.

“Cartas à Igreja”, publicado pela editora Mundo Cristão, é uma chamada pastoral para as igrejas considerarem se seus valores e práticas são consistentes com as Escrituras.

Capa do livro

Mais do que um mero desabafo, “Cartas à Igreja” apresenta instruções valiosas para comunidades cristãs que não só querem compreender seu papel bíblico mas também anseiam por inspirar vitalidade, compromisso e significado.

Sobre o autor

Francis Chan é autor de diversas obras, como “Louco Amor”, o “Deus esquecido”, “Apagando o inferno”, “Você e eu para Sempre” e “Multiplique”, publicadas pela editora Mundo Cristão.

Fundador da Cornestone Community Church, na Califórnia, Chan dedica-se hoje a um movimento de plantação de igrejas.

Sua paixão em comunicar o amor de Deus tem alcançado especialmente os jovens. É casado com Lisa e pai de sete filhos.


leia mais

De cristão secreto a líder da Igreja doméstica