23.5 C
Vitória
sábado, 28 março, 2020

Não à intolerância religiosa e à discriminação

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Fifa propõe reduzir salários de atletas

A Fifa se reuniu com a Associação de Clubes Europeus e com a Federação Internacional de Jogadores para discutir o impacto da paralisação de campeonatos

Conmebol adianta até 60% da premiação da Libertadores e Sul-Americana

Conmebol decidiu antecipar até 60% das premiações referentes a fase de grupos da Libertadores e da segunda etapa da Sul-Americana

COB cancela fase classificatória dos Jogos da Juventude 2020

Etapas classificatórias dos Jogos Escolares da Juventude 2020 aconteceriam em setembro em três cidades do país

Jogador do Ajax acorda do coma após quase três anos

Depois de dois anos e nove meses em coma, o jogador Abdelhak Nouri, do Ajax, acordou. O jovem estava em tratamento após ter uma arritmia cardíaca em campo

O Dia Mundial da Religião traz à memória a promoção da convivência e do diálogo inter-religioso, buscando um futuro livre de preconceito, discriminação e intolerância. 

Nos dias de hoje, uma das problemáticas mais importantes e que merece ampla reflexão é a presença da religião no espaço público. Na verdade, historicamente, as religiões e Igrejas sempre estiveram no domínio público como uma poderosa força econômica e política.

Um dos exemplos da sua presença no espaço público é o Dia Mundial da Religião, comemorado sempre nesta segunda (21). É uma data muito importante, não só do ponto de vista da fé, mas também, é uma boa oportunidade para reforçar o debate sobre a relação da religião e a sociedade.

E um momento para promover a convivência, o interconhecimento e o diálogo inter-religioso, buscando um futuro livre de preconceito, discriminação e intolerância.

“Deus nos dá uma orientação sobre estas pessoas altamente religiosas que com falsa humildade e aparência de sabedoria, julgam-se melhores do que os outros”, explicou o pastor Walter Isaac, líder do Ministério Gerar Brasil, em Brasília (DF).

Em um país predominantemente cristão e em um Estado onde mais de um terço da população professa a fé evangélica ainda existe discriminação.

No Brasil, segundo balanço do Ministério dos Direitos Humanos, entre 2011 e 2017, o Disque 100 (canal responsável pelo recebimento de denúncias) recebeu quase dois mil registros de casos de discriminação religiosa.

Intolerância Religiosa

Neste 21 de janeiro também é o Dia Nacional de Combate à Intolerância religiosa. Essa data serve para alertar as pessoas sobre o problema da intolerância gerado pelo desrespeito às diversas crenças existentes no mundo.

Exemplo disso são os constantes ataques à Igreja Evangélica. Fruto da perseguição religiosa, Templos religiosos são atacados por islamistas. Vários cristãos foram mortos por defenderem sua fé no mundo. Em janeiro do ano passado, a Fundação Ajuda à Igreja que sofre (ACN) mostrou em um relatório que a perseguição entre 2015 e 2017 foi a pior da história. Comunhão já retratou o assunto por várias vezes.

Saiba mais sobre os ataques que vem acontecendo nas Igrejas Evangélicas.

Esses episódios de violência às igrejas têm chamado atenção das autoridades mundiais.  O presidente da Convenção Batista brasileira, Roberto Silvado argumenta que muitos procuram implantar a mentira de que o Estado laico é ateu.

“Isso é fruto de perseguição religiosa e preconceito. Estado laico não tem religião oficial, mas garante o direito à liberdade religiosa de todos os seus cidadãos”, diz. Outro caminho, que é dever do cristão, é “orar e lutar contra preconceito, mudar leis injustas, ser resiliente”, conclui Silvado.

“Nós, cristãos convertidos ao Senhor e sua Palavra, devemos tolerar não julgando, mas na observação de uma soberba decida, pois os próprios se destroem com suas perfidias inconsequentes. Tolerar e acima de tudo exercer misericórdia, o que é difícil mas nunca impossível”, concluiu o pastor Walter Isaac.


Leia mais

Fé sem templo
Grupo usa a música como instrumento de evangelização
16 mortos e 60 feridos em ataque à igreja
Indonésia – Ataque a Igrejas deixa 13 mortos

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Um encontro diário com a Palavra de Deus

A SBB mobiliza-se para levar esperança à população brasileira, disseminando, pelos meios digitais, a mensagem da Bíblia Sagrada. Entre as ações estão a campanha #PalavradeEsperança e o podcast Um minuto com a Bíblia

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia

Casa Worship lança projeto acústico gravado em Goiânia

A Banda gravou "A Casa É Sua" com releituras acústica de sucessos do seu DVD. "Não consigo descrever a sensação que foi essa experiência"...

“Milagre da vida”: O inesperado pode ser um presente

Em tempos de confinamento por conta do coronavírus, o filme “40 Dias - O Milagre da Vida” vem apresentar essa mensagem de uma forma sensível e desafiadora