Deus trabalha dentro de nós e além de nós

Foto: Reprodução

É surpreendentemente difícil lembrar que “nosso” ministério é realmente obra de Deus

Se você está no ministério há algum tempo, sabe a tentação de subir alto quando os números aumentam ou membros estão felizes com você. Por outro lado, existe uma  preocupação e desespero crescente de que seu trabalho tenha sido ineficaz.

Mas Deus, em sua bondade, tem trabalhado em meu coração com duas doutrinas importantes sobre como ele trabalha para construir sua igreja: dupla causalidade e providência. Simplificando: Deus está trabalhando dentro de você e além de você.

Vemos esses princípios em ação na importante discussão de Paulo sobre o ministério com os coríntios. Aqui ele está lidando com as divisões e o espírito de partido que surgiram em Corinto, com pessoas escolhendo equipes e apóstolos favoritos.

“O que, afinal, é Apolo? E o que é Paulo? Somente servos, através dos quais você veio a acreditar – como o Senhor designou para cada uma de suas tarefas. Eu plantei a semente, Apolo a regou, mas Deus tem feito crescer. Portanto, nem quem planta, nem quem rega é nada, mas somente Deus, que faz as coisas crescerem” (1 Cor. 3: 5-7).

Crescimento Espiritual 

Primeiro precisamos deixar claro que todo verdadeiro crescimento espiritual vem de Deus. Chega de se fixar nos trabalhadores humanos e até em nós mesmos. Apesar das aparências externas, Deus é quem trabalha efetivamente para chamar os pecadores a si mesmo, purificando-os, redimindo-os, conformando-os à imagem de seu Filho.

Todo crédito, toda glória, toda honra é devida a Deus pelo trabalho que ele faz para construir sua igreja. Paulo reorienta nossos pensamentos sobre o ministério, lembrando-nos que não se trata de nós, “pois a fé não permite glória senão somente em Cristo” (João Calvino).

Depois de colocar o trabalho humano em seu lugar, não é o caso que nosso trabalho não signifique nada. Plantar é um verdadeiro trabalho. E Deus escolheu usar, trabalhar dentro e através de “servos humanos, através dos quais você veio a acreditar”. Na teologia, mantemos essas duas verdades juntas, falando sobre a idéia de “dupla causalidade”.

Autor da História 

Deus não é apenas um ator entre outros atores da história, Ele é o autor da história. O Criador sustenta todas as coisas pela palavra de seu poder. Não é o caso de você trabalhar ou ele trabalhar. O trabalho dele não é competitivo com o nosso, Ele é o ator acima de todos os atores e que pode realmente trabalhar em e através de nós.

“Para esse fim, luto vigorosamente com toda a energia que Cristo exerce tão poderosamente em mim” (Colossenses 1:29). Pelo seu Espírito Santo, Deus está trabalhando dentro de você e através de você.

Se você aceitar a Palavra dele, sinta-se à vontade em saber que seu trabalho não é nulo ou em vão, porque Deus nunca permite que ele seja anulado: “Ele não voltará vazio para mim, mas realizará o que desejo e alcançará o propósito para ele. que eu enviei” (Isaías 55:11).

Felizmente Deus está trabalhando além de você. Paulo fala sobre uma plantação, outra rega e Deus dando o crescimento. O importante a entender aqui é que Deus está sempre trabalhando em todas as coisas, mesmo naquelas que não o envolvem e você nem vê.

Então, aquelas ovelhas perdidas que você trabalhou há meses, que não retornam suas ligações? Confie que Deus ainda está trabalhando além da sua capacidade de vê-lo. Ou aquele outro congregante que decidiu que o ministério na rua era mais adequado? Pode ser decepcionante a princípio, mas na economia de Deus: “Quem planta e quem rega tem um propósito” (1 Cor. 3: 8). Esta é a doutrina da providência no trabalho no ministério.

*Com informações de Christianity Today