27.1 C
Vitória
sexta-feira, 28 janeiro 2022

Quando o desespero dá lugar à esperança

Foto: Reprodução

“A oração é a fonte da minha esperança”

Por Victor Rodrigues 

Nos momentos difíceis, muitos desistem, ou perdem a esperança em Deus. No entanto, no ano de 2021, uma cristã que perdeu casa e emprego em decorrência da guerra da Síria e viu seus motivos de continuar, irem embora. Juntamente com esses acontecimentos, seu marido entrou em uma profunda depressão.

Dessa forma, a cristã perdeu casa, emprego e renda na guerra. Ela e a família precisaram se deslocar para uma outra cidade para sobreviver. Entretanto, a cristã, de 67 anos achou motivos para descansar e manter sua esperança em Deus.

Apesar de tudo ao redor dela sucumbir à violência ela sabia onde encontrar abrigo. “Nós e os irmãos da igreja ficamos reunidos no porão do templo, éramos cerca de 100 pessoas. O abrigo ficava logo abaixo do nosso prédio, então, entre os ataques, eu corria até minha casa e trazia os itens necessários, como um kit de primeiros socorros, água, comida e suprimentos para cozinhar para todos”, testemunha.

Nazek e o esposo mudaram-se para Damasco e passaram a viver na casa da mãe da cristã. “Meu marido estava em choque. Ele não podia aceitar a mudança, caiu em depressão. Eu costumava acordar à noite ouvindo ele chorar. Tentei confortá-lo, mas ele não tinha esperança”, conta a cristã.

Com o marido sem esperança, ela não podia mais contar com sua ajuda financeira, mas mesmo assim não permitiu ser abatida. Assim, desenvolveu um novo olhar sobre as circunstâncias e abriu os olhos da fé.  A cristã decidiu abrir uma loja de roupa feminina por meio de um projeto de geração de renda.

No entanto, apesar desse avanço, ela precisou preservar no propósito que tinha no coração: “Durante o tempo frio, eu vinha a Irbin para preparar a loja. Tive que pegar ônibus diferentes para chegar aqui, esperei na chuva e no frio, mas sabia que precisava ter paciência e tinha que ser forte para passar pelo processo de preparação. Graças a Deus, ele abençoou meus esforços”.

A mulher, é um exemplo de fé para as pessoas que vivem na cidade. Ela tem ajudado na reconstrução do país e conta o segredo de manter a esperança mesmo nas dificuldades: “A oração é a fonte da minha esperança. A paz que recebo quando estou na igreja me fortalece e isso me dá conforto interno e otimismo para o futuro”.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se