23.5 C
Vitória
sábado, 28 março, 2020

Derrubada de helicóptero sírio reacende tensão com Turquia

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Fifa propõe reduzir salários de atletas

A Fifa se reuniu com a Associação de Clubes Europeus e com a Federação Internacional de Jogadores para discutir o impacto da paralisação de campeonatos

Conmebol adianta até 60% da premiação da Libertadores e Sul-Americana

Conmebol decidiu antecipar até 60% das premiações referentes a fase de grupos da Libertadores e da segunda etapa da Sul-Americana

COB cancela fase classificatória dos Jogos da Juventude 2020

Etapas classificatórias dos Jogos Escolares da Juventude 2020 aconteceriam em setembro em três cidades do país

Jogador do Ajax acorda do coma após quase três anos

Depois de dois anos e nove meses em coma, o jogador Abdelhak Nouri, do Ajax, acordou. O jovem estava em tratamento após ter uma arritmia cardíaca em campo

Forças apoiadas pela Turquia abateram um helicóptero do exército da Síria perto de Qaminas, nessa terça-feira (11). As informações são do Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH). Dois pilotos morreram.

O governo da Turquia chamou o caso de “acidente aéreo” sem reivindicar responsabilidade. “O avião foi atingido por um míssil na região de Al Nayrab, no sul de Idlib, o que levou à queda da aeronave e à morte de sua tripulação”, disse a agência de imprensa oficial Síria, Sana.

Derrubada_helicóptero_Síria
Helicóptero abatido em Idlib, na Síria, nesta terça-feira (11) (Foto: Ghaith Alsayed/AP Photo)

Contra-ataque  
Em resposta, forças do regime de Bashar al-Assad bombardearam áreas perto de um posto de observação turco na região de Idib. No ataque, soldados turcos morreram. O episódio aumentou a tensão entre os países.

Assad tenta retomar o controle do norte da Síria. A Turquia tem apoiado a presença dos grupos rebeldes e mantém soldados na região. Entretanto, recentemente, forças pró-Assad reconquistaram o último trecho da rodovia que liga a capital, Damasco, à cidade de Aleppo, uma das mais importantes do país.

De acordo com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, o regime sírio “pagaria muito caro” por qualquer ataque contra as forças turcas.

Tensões 

A Turquia tem 12 postos de observação no noroeste da Síria. O país enviou reforços para a área nos últimos dias. No entanto, o exército sírio reafirmou na terça-feira sua determinação em “responder às agressões do Exército turco”.

“As agressões do regime de Assad e da Rússia devem terminar” disse Mike Pompeo, secretário de Estado norte-americano, em um tuíte. Ele anunciou que o enviado especial dos EUA para a Síria, James Jeffrey, visitaria a Turquia “para coordenar as medidas de resposta”.

O principal aliado do regime de Bashar al-Assad, com quem fechou um acordo para estabelecer uma “zona desmilitarizada” sob o controle da Rússia e da Turquia em Idlib, que, na prática, não deu em nada.

Ajuda Humanitária

Metade da província de Idlib e as regiões vizinhas de Aleppo, Hama e Latakia, controlados pelos jihadistas de Hayat Tahrir al-Cham (HTS, ex-Al Qaeda síria), constituem a última fortaleza rebelde que escapa ao poder do regime de Assad na Síria.

Aproximadamente 700 mil pessoas fugiram da ofensiva militar lançada em dezembro pelo regime Assad e pelo governo da Rússia na região de Idlib. Em nove anos de guerra, há uma onda significativa de pessoas deslocadas segundo a ONU informou nessa terça-feira.

O ‘Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários’ anunciou em fevereiro uma “enorme operação humanitária” com mais de 230 caminhões de comida, através de dois pontos de passagem na fronteira turca, para servir 400 mil pessoas.

A maioria dos civis fugiu para o norte de Idlib, perto da fronteira com a Turquia, que Ancara fechou com medo de uma nova onda de migrantes. Mais de 3,5 milhões de sírios encontraram refúgio na Turquia desde 2011. O conflito já deixou mais de 380 mil mortos.

*Com informações do G1. 

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Um encontro diário com a Palavra de Deus

A SBB mobiliza-se para levar esperança à população brasileira, disseminando, pelos meios digitais, a mensagem da Bíblia Sagrada. Entre as ações estão a campanha #PalavradeEsperança e o podcast Um minuto com a Bíblia

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia

Casa Worship lança projeto acústico gravado em Goiânia

A Banda gravou "A Casa É Sua" com releituras acústica de sucessos do seu DVD. "Não consigo descrever a sensação que foi essa experiência"...

“Milagre da vida”: O inesperado pode ser um presente

Em tempos de confinamento por conta do coronavírus, o filme “40 Dias - O Milagre da Vida” vem apresentar essa mensagem de uma forma sensível e desafiadora