22.1 C
Vitória
terça-feira, 27 outubro 2020

Deputados rejeitam denúncia contra Temer

Leia também

Indicado à Anvisa assinou contrato suspeito de irregularidade na Saúde

Na última segunda-feira, dia 19, a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou duas outras indicações feitas por Bolsonaro à Anvisa

Líder de governo na Câmara diz que Constituição tornou o Brasil ‘ingovernável’

"O poder fiscalizador ficou muito maior que os demais" e, por isso, seria necessário também "equilibrar os Poderes" no país, comentou Barros

Desembargadora derruba decisão que bloqueou R$ 29 mi em bens de Doria

O juiz havia considerado que há indícios de que Doria feriu os princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa

Temer conseguiu apoio de 263 deputados e agora só poderá ser investigado ao final do mandato.

Em uma sessão inciada às 9h e marcada por intensa disputa regimental, entre aliados e oposição, o presidente Michel Temer (PMDB) venceu a batalha. Conquistou na Câmara dos Deputados 263 votos para que fosse investigado pelo Supremo Tribunal Federal pelo suposto crime de corrupção passiva.

Dos 513 parlamentares eleitos, 227 votaram contra o parecer da Comissão de Cidadania e Justiça (CCJ). Eles queriam o encaminhamento da denúncia feita pela pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal. Foram 19 ausências e duas abstenções.

Com a rejeição, o peemedebista só poderá ser processado por essa acusação, a partir de janeiro de 2009, quando não estiver mais na Presidência da República.

PROCEDIMENTOS

A sessão foi aberta com a presença de 63 deputados e presidida pelo deputado capixaba Carlos Manato. Às 9h40, o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (PMDB/RJ) passou a palavra ao relator Paulo Abi-Ackel (PSDB/MG). Depois falou o advogado do presidente Temer, Antônio Cláudio Mariz, que voltou a criticar a denúncia da PGR.

Mariz afirmou que a acusação é “capenga” e “fruto de ficção”. Questionou as motivações dos autores da denúncia e afirmou que a intenção do processo “denota uma ânsia de ver o país em dificuldades”. Declarou que Temer “é um homem à prova de qualquer crítica” e foi colocado injustamente no banco dos réus.

Durante todo o dia, muitos foram os momentos de tensão. Uma das brigas entre oposição e governista se deu por causa de um boneco do pixuleco. A oposição por sua vez, espalhou malas com dinheiro falso no chão do Plenário.

ARGUMENTOS PARLAMENTARES

Entre os parlamentares que apoiaram Temer, as principais alegações foram ou de que não havia provas substanciais para investigar o presidente; ou de que não é a hora de “desestabilizar” o país, afastando Temer do cargo.

Já os opositores reiteraram que esses votos foram “comprados” e que o plenário teria se tornado um “grande balcão de negócios”. Isso porque Temer distribuiu R$ 4,1 bilhões em emendas nos últimos dias.

Com a rejeição, o peemedebista só poderá ser processado por essa acusação agora quando não estiver mais no cargo, a partir de janeiro de 2019.

BANCADA CAPIXABA

Quando os deputados do Espírito Santo começaram a votar, já não mais havia possibilidade de a acusação contra Temer ser acatada pela Câmara dos Deputados.

Somente Lelo Coimbra (PMDB), líder da Maioria na Câmara, e Marcus Vicente (PP) votaram a favor do presidente Temer. Os parlamentares Carlos Manato (SDD), Evair de Melo (PV), Givaldo Vieira (PT), Jorge Silva (PHS), Helder Salomão (PT), Norma Ayub (DEM), Paulo Foletto (PSB) e Sérgio Vidigal (PDT) votaram não ao parecer do relator Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, pelo arquivamento da denúncia.

TEMER

Michel Temer foi o primeiro presidente brasileiro no exercício do mandato a ser denunciado por um crime comum. Acusado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de supostamente ter beneficiado o empresário Joesley Batista, dono da JBS e delator da Operação Lava Jato, em troca de favores.

Desde a denúncia, o Governo manteve uma intensa agenda de negociações com deputados para garantir a vitória na Câmara. Para a abertura do processo contra Temer eram necessários que 342 parlamentares – dois terços da Casa – votassem a favor da aceitação da denúncia.

Após a sessão Temer fez um pronunciamento oficial. “É hora de atravessarmos juntos a ponte que nos conduzirá ao futuro”, afirmou no encerramento de seu discurso.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

O “santo” dos crentes

A veneração aos santos da cultura católica, tão criticada pela Igreja evangélica, agora “brota” no meio dos crentes que criam seus “ídolos”, abandonando a...

Esquecemos o céu?

Líderes, pastores e pregadores estão silenciando os púlpitos com a mensagem sobre o céu. Por que nas igrejas se fala tão pouco sobre a eternidade? Para onde caminhamos?

Promotoria de SP denuncia 70 por desvios da Saúde em contratos de OSs

A operação foi aberta em simultâneo com a "S.O.S", que fez buscas no gabinete do governador Helder Barbalho (MDB), no Palácio dos Despachos

Por ‘fragilidade probatória’, Lindôra desiste de denúncia contra líder do Centrão

Segundo a PGR, o deputado Arthur Lira atuava para assegurar os interesses da empresa na diretoria de abastecimento da Petrobras

Em depoimento à corregedoria, Flordelis se emociona

Cabe ao plenário, no entanto, decidir se a acusação de assassinato é ou não motivo para perda do mandato de deputada

Lava Jato denuncia Cabral e Bezerra por propinas em contratos do DER

Segundo a peça, registros contábeis apreendidos com o operador de Cabral na Calicute mostram que Maciste efetuou, entre 2011 e 2017

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Semana dos manuscritos do Mar Morto; Saiba mais!

Arqueólogos e especialistas vão apresentar um dos mais impactantes achados da humanidade, na semana dos manuscritos do Mar Morto. Evento, que começa nesta segunda,19, é gratuito!

Live Solidária “Um Com Eles” em Libras

A live solidária, realizada pela Portas Abertas, será transmitida pelo Facebook, e estará acessível a todos que entendem a língua brasileira de sinais. Saiba mais!

Desafio Superação em corrida virtual; É neste domingo, 18

Em alusão ao Outubro Rosa, o Desafio Superação vai mobilizar mulheres cristãs de todo o Brasil em prol da saúde. Saiba mais!

Vovô Raul Gil recebe artistas gospel em live; Saiba mais

A live gospel do Vovô Raul Gil será no dia 21 de outubro e vai reunir personalidades e artistas evangélicos. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

“Sentido” é o novo álbum musical de Leonardo Gonçalves

Gravado em Praga, na República Tcheca, álbum conta as canções que marcaram os mais de 20 anos de carreira de Leonardo Gonçalves

Respostas simples para questões complexas sobre a fé cristã

"Cristianismo bem explicado" é o quarto livro da série da Mundo Cristão, dedicada a esclarecer pontos difíceis sobre convívio social, Bíblia e teologia.

Kemuel fará reality; Novidade será anunciada em live

Isadora Pompeo, Rebeca Carvalho, Sarah Beatriz, Neil Barreto, Felipe Vilela e Pyero Tavolazzi são alguns dos convidados da live com Kemuell neste domingo, 25

Lenda da indústria da música, Mariah Carey e o despertar da fé

Em seu livro "The Meaning of Mariah Carey" (O significado de Mariah Carey), a cantora pop , Mariah Carey, disse que depois de encontrar o Espírito Santo durante sua juventude, sua fé em Deus foi despertada. Saiba mais!