27.9 C
Vitória
sábado, 5 dezembro 2020

Deputados Evangélicos e católicos estudam ação conjunta

Leia também

Saúde necessita de investimento em governança de dados

"O País demanda urgentemente respostas e responsabilizações adequadas às empresas e órgãos que tratam dados pessoais sensíveis", afirma advogada Bianca Albuquerque

Operação Uruatu 2 faz buscas contra traficantes de animais

Segundo a PF, ao longo das investigações foram aprendidas centenas de animais silvestres no curso das investigações policiais

Governo anuncia operação de combate a crimes contra idosos

Após constatação de que o total de denúncias de crimes registrados por meio do Disque 100 aumentou durante a pandemia

Ao todo, frentes parlamentares dos evangélicos e católicos podem representar “bloco cristão” com 311 deputados

Em meio ao crescimento no Congresso Nacional – em número e influência – de parlamentares ligados ao cristianismo, líderes das frentes Evangélica e Católica Apostólica Romana afirmam o desejo de estreitar a “sinergia” entre os grupos. Em entrevista, os deputados Silas Câmara (Republicanos-AM) e Francisco Júnior (PSD-GO) defendem que o diálogo entre as frentes poderia ser maior, pois há uma agenda em comum entre elas.

“Ainda não existe uma sintonia tão grande, mas eu quero que ela exista. A maioria dos valores que defendemos são cristãos, não são propriedade nem do católico e nem do evangélico”, afirma Júnior, líder da frente católica. Para o deputado, a afinidade de pautas, principalmente aquelas ligadas aos costumes, gera uma atuação comum. “Os deputados se conhecem, vão conversando e, mesmo sem articulação, acabam indo na mesma direção.”

O Coordenador da frente evangélica, Silas Câmara também se diz favorável à criação de uma única frente cristã, mas exige empenho por parte dos deputados católicos nessa articulação. “Eles podem construir isso conosco. Podemos sim avançar para uma frente cristã comum.”

Bancada Evangélica: qual a contribuição para a política nacional? Saiba mais! 

Bloco Cristão 

As frentes parlamentares Evangélica e Católica reúnem 311 deputados, dos quais 98 estão presentes nos dois grupos, segundo levantamento feito pelo Estado. Na junção de um único bloco cristão, a frente ficaria entre as cinco maiores do Congresso, atrás apenas das Defesa de Furnas (387), Justiça Notarial e Registral (333), Educação (312) e empatada com a de Defesa dos Municípios Brasileiros.

Embora ligeiramente menor em número, a bancada evangélica, com 200 deputados, alcança mobilização maior em torno de projetos que defende ou se opõe. “A maioria dos deputados se declara católica, mas não tem esse comprometimento com a Igreja. Não é uma frente religiosa, mas defende valores católicos”, pondera Júnior.

Para o deputado, a atuação tímida da frente católica até aqui tem se destacado em pautas que atentem contra o “chavão” do grupo: defesa da vida e da família. “Existe quase uma articulação constante e transversal em torno de temas calorosos, com relação a costumes”, pontua, destacando o combate a pautas como aborto, eutanásia e o que ele chama de “ideologia da identidade de gênero”.

“Isso traz temas sempre polêmicos e presentes no Congresso”, explica, citando como exemplo um projeto de lei proposto por Orlando Silva (PCdoB-BA), que visava aumentar o reconhecimento de famílias pelo Estado.

Articulação diluída

De acordo com Silas, um das principais mobilizações da frente evangélica em 2020 será para um novo entendimento do Congresso sobre a LGBTfobia, que ano passado foi equiparada ao crime de racismo pelo STF. Simultaneamente, eles também pretendem frear o avanço sobre descriminalização das drogas na Suprema Corte, influenciar o marco do saneamento e se articular em torno da reforma tributária, retomando a discussão sobre imunidade tributária às igrejas, vetada em janeiro por Bolsonaro.

A frente católica, por sua vez, visa aumentar a “interlocução entre o voto católico e o Legislativo” em pautas maiores, como a reforma trabalhista, continuando um trabalho que já fizeram no pacote anticrime do ministro Sérgio Moro e na na reforma da Previdência : “Todos os deputados votaram a favor, mas melhoramos aspectos como a aposentadoria para viúvas, pessoas com deficiência e outros valores que consideramos fundamentais”.

A tática geral, para ambas as frente, é tocar as pautas de costumes em paralelo à agenda econômica do governo e do Congresso, onde pretendem representar o interesse católico e evangélico.

Alinhamento com o Executivo

Embora seja católico autodeclarado, Jair Bolsonaro se aproximou da comunidade evangélica ainda na campanha de 2018, consolidando esse laço em seu primeiro ano de mandato. Em julho, durante culto realizado pela FPE na Câmara dos Deputados, Bolsonaro indagou se já “não estava na hora” de o Brasil ter um ministro do STF evangélico.

“Poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal. Um deles será terrivelmente evangélico”, declarou o presidente, logo após a decisão da Suprema Corte de equiparar a discriminação com base em identidade de gênero e orientação sexual ao racismo.

Perguntado se o presidente privilegia os evangélicos em seu governo, Câmara refuta a afirmação, argumentando que boa parte da equipe ministerial e do Supremo é católica. “Para mim, essa ideia do presidente é uma amenização e uma justiça com os evangélicos, que já são mais de 20% da população”, afirma.

Ele aponta que essa representatividade já está sendo vista no Congresso e, eventualmente, terá que chegar em outros espaços, como o Executivo e o Judiciário. Júnior, por sua vez, também afirma não se importar com a declaração do presidente, desde que o ministro em questão seja “terrivelmente evangélico e terrivelmente competente”.

Apesar do alinhamento com a FPE, o deputado aponta que entre os 209 parlamentares da frente católica, ela abrange um grande espectro político e, no geral, acompanha bastante o governo. “Só não temos militantes de esquerda”, afirma, apesar de o grupo contar com 17 parlamentares do PT, quatro do PCdoB e um do PSOL, de acordo com o site da Câmara. “A competência significa dar atenção ao que gerou a constituição. A nossa Constituição tem valores Cristãos muito sérios.”

*Da redação, com informações do Terra


Leia Mais 

Evangélicos se elegem para a Câmara dos Deputados 
Bancada Evangélica: qual contribuição para a política nacional? 
Confira os melhores filmes sobre fé e política 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Em depoimento à corregedoria, Flordelis se emociona

Cabe ao plenário, no entanto, decidir se a acusação de assassinato é ou não motivo para perda do mandato de deputada

Câmara sobre o suicídio: real, grave e urgente

A Frente Parlamentar de Combate ao Suicídio e Automutilação no Brasil discute o tema como forma de prevenção. Saiba mais!

Câmara encerra votações sem analisar retorno das comissões e do Conselho de Ética

Mais cedo, os deputados aprovaram duas medidas provisórias sobre créditos extraordinários. Uma delas, a MP 969, liberou R$ 15,5 bilhões para o Ministério da Saúde

Câmara deve votar projeto sobre recuperação judicial na semana que vem

O adiamento da votação foi proposto pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no plenário

Câmara pode votar hoje proposta que adia eleições deste ano

PEC foi aprovada na semana passada no Senado.

Câmara retoma análise de MP sobre crédito a pequenas e médias empresas

MP cria Programa Emergencial de Suporte a Empregos. Saiba mais!

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Conferência Paixão pela Juventude 2020

Realizado pela Juventude Batista Brasileira, evento será online e acontece em duas datas. A primeira será neste sábado, 28, e a segunda, dia 5 de dezembro. Saiba mais!

Miniconferência on-line: “Fé e Ciência para Corpos e Mentes”

Cientistas cristãos brasileiros respondem questões de fé e ciência para corpos e mentes. Tema será abordado na mini Conferência online. Saiba mais!

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 
- Publicidade -

Plugue-se

O versículo mais lido de 2020!

O versículo campeão de leitura em 2020 é baseado em Isaías 41:10: “Portanto, não temais, pois estou contigo..." Saiba mais!

Novo álbum musical do Missionário R. R. Soares

O álbum "Em O nome de Jesus", com 12  músicas inéditas, foi lançado depois de cinco anos. Primeiro single do projeto está disponível em todas as plataformas e Youtube

Wilson Witzel é batizado em igreja evangélica

O batismo ocorreu um dia antes de Witzel protocolar sua defesa no tribunal misto, que julga o processo de impeachment dele. Saiba mais!

3 palavrinhas é indicado ao premio Gerando Salvação

Na categoria “Projeto Infantil”, o 3 palavrinhas, que é considerado o maior canal infantil gospel do mundo, concorre ao lado de Aline Barros e outras estrelas do segmento. Saiba mais!