25.5 C
Vitória
terça-feira, 25 janeiro 2022

Bolsonaro: atividades religiosas em lista de serviços essenciais

Bolsonaro
(Foto: Marcos Corrêa/PR)

Decreto de Bolsonaro inclui atividades religiosas entre áreas essenciais durante estado de calamidade. Saiba mais!

O presidente Jair Bolsonaro editou decreto incluindo as atividades religiosas na lista de setores essenciais durante o estado de calamidade. Segundo o decreto, o funcionamento das igrejas ou comunidades religiosas fica regulado pelas normas editadas pelo Ministério da Saúde.

Antes de mais nada, o ministério indicou que deveriam ser suspensos os cultos ou missas para evitar aglomerações de pessoas. Com a inclusão no decreto, as atividades religiosas asseguram o direito de funcionamento ainda de que maneira restrita para evitar a disseminação do novo coronavírus.

O novo decreto inclui ainda as lotéricas como atividade essencial. O mesmo texto detalha áreas do setor financeiro e produtivo que também são consideradas essenciais.

No sábado, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, recomendou para que se evitasse aglomerações incluía igrejas e cultos. Gabbardo esclareceu que isso não impede as igrejas de ficarem abertas.

“A igreja pode ficar aberta para as pessoas rezarem. A nossa  recomendação é que não se façam nem missas, nem cultos, para que não haja aglomeração de pessoas”, disse o secretário-executivo.

Entre as novas áreas que foram consideradas essenciais segundo o decreto publicado no Diário Oficial nesta quinta-feira está a ‘Atividade Religiosa’. “Atividades religiosas de qualquer natureza, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde;”

*Da Redação, com informações de O Globo. 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se