Cultos e eventos cancelados por conta da greve

Encontro Estadual dos Obreiros das Assembleias de Deus Madureira no Estado do Tocantins seria neste fim de semana. Foto: Reprodução Web

Igrejas de várias capitais do país cancelaram seus cultos e eventos em decorrência da greve

Vários setores da economia brasileira estão sendo afetados por conta da greve. Com a falta de combustível e até de alimentos nos supermercados, as igrejas Evangélicas também resolveram cancelar seus cultos. Pastores usaram as redes sociais para emitir comunicados para seus membros.

O “culto Pink”, voltado para mulheres, da Igreja Batista Lagoinha, em Niterói (RJ) que aconteceria neste fim de semana foi cancelado. Os pastores da igreja, Felipe e Mariana Valadão, ainda pediram orações pelo país.

“Aproveite este tempo para estar com sua família em comunhão e orar pela nossa nação Brasileira. Contando com a compreensão de todos, vamos nos unir em oração pelo nosso País, cremos que viveremos uma transformação poderosa em nosso Brasil”, declarou o casal de pastores no Instagram.

Na quinta-feira (24), o pastor Silas Malafaia usou as redes sociais para informar a impossibilidade de haver culto na igreja. “Devido à greve dos caminhoneiros, velando pela segurança do povo, estamos cancelando o culto da vitória de hoje, Aguardamos você na próxima quinta”, informou.

Além de cultos, eventos também foram cancelados. O 26º Encontro Estadual dos Obreiros das Assembleias de Deus Madureira no Estado do Tocantins também foi adiado por conta da greve. O evento teria início nesta sexta-feira (25) na capital do Estado. Estava prevista a participação de 1200 pastores. Ainda não tem data prevista para a realização do Encontro.


Leia mais

Greve – 100 mil reais para quem descumprir acordo
Caminhoneiros mantém protestos mesmo com acordo
Solidariedade e Evangelismo aos caminhoneiros

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!