19.9 C
Vitória
sábado, 19 junho 2021

Tecnologia ajudou uma professora a voltar para Cristo

12 anos após se afastar dos caminhos do Senhor, uma professora de Cuiabá (MT) resolveu se batizar publicamente, reforçando seu compromisso pessoal com Deus

Uma história de transformação em Cuiabá (MT)! A vida da professora Solange Maria de Siqueira, 56 anos, virou de cabeça para baixo, em maio de 2008, quando perdeu três pessoas da família, entre elas a mãe. Mergulhada na tristeza ela começou a beber de forma compulsiva e pensou em tirar a própria vida.

“Tudo em mim doía! A sensação era de que eu não existia mais. Era como se eu não visse mais o céu ou não sentisse o chão ao caminhar. Por isso, achava que não havia outra forma de fazer minha dor acabar!”, relatou.

Um casa de vizinhos falou do amor de Deus para Solange. “Em 2009, fui batizada na Igreja. Mas, confesso que, por tudo o que estava acontecendo em minha vida, não deixei a Palavra de Deus entrar de verdade em meu coração egoísta e fazer a diferença em mim”, contou.

Distanciamento físico e espiritual

O tempo passou, Solange mudou-se de endereço e foi morar longe do templo onde congregava. O distanciamento físico também se tornou espiritual. Aos poucos, deixou de frequentar a igreja, de buscar a Deus e voltou às velhas práticas de antes, principalmente beber.

“Aconteceu um esfriamento! Após meu batismo, não me senti acolhida pela igreja da forma que eu esperava. Dei espaço para pensamentos como: ‘eles não ligam para mim! Não se importam comigo! Não estão nem aí para mim!’. E não fui mais”, contou.

Um dia o antigo vizinho a reencontrou e convidou para que voltasse a frequentar a igreja. Mas ela não teve forças para retornar. Sua vida mergulhava cada vez mais no álcool e em relações afetivas conturbadas. Com saudade de Deus, orava: ‘Senhor, onde devo frequentar? Onde o Senhor quer que eu congregue? Onde o Senhor me colocar, nunca mais vou sair!’.

culto-online_professora
A professora com sua família no dia em que foi batizada. Foto: Paulo Henrique

Resposta divina

Em uma madrugada de maio de 2020, no começo da pandemia, Solange estava sem sono, assistindo televisão e então começou a assistir a um culto na TV Noto Tempo, canal da Igreja Adventista. E decidiu voltar-se para Deus.

Apesar de estar determinada, se sentia envergonhada por ter ficado tanto tempo longe. Lembrou dos vizinhos que a ajudaram no início. Eles ficaram felizes e a convidaram para assistir ao culto online que seria transmitido naquele dia. O tema do culto foi a história do filho pródigo. “A impressão é que foi tudo feito para mim! Tenho certeza de que foi Deus que preparou tudo!”, afirma emocionada.

Solange se identificou com cada palavra da mensagem daquela noite e, durante o apelo, entregou completamente sua vida a Jesus. “Naquela noite, senti ser retirado tudo o que havia de mau em meu coração. Eu renasci!”, declara.

Restauração

Em maio, Solange selou seu reencontro com Deus e confirmou o desejo de ter a vida restaurada. Ela foi batizada durante a programação especial do Sábado de Jejum e Oração, em uma live para toda a Igreja no dia de 1º de maio. A professora reforçou publicamente seu compromisso pessoal com Deus.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se