Culto internacional: Trombetas e Festas. Um alerta!

A volta do Senhor Jesus está próxima

Um impacto de amplitude mundial. Esse foi o resultado do Culto Internacional: “Trombetas e Festas. Um Alerta!”, realizado pela Igreja Cristã Maranata no Maanaim do Espírito Santo.

O evento, transmitido ao vivo em 10 idiomas para mais de 170 países, possibilitou que membros da ICM de todo o mundo participassem da programação.

Além da tradução para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), já tradicional na ICM,
o culto pôde ser acompanhado em inglês, espanhol, italiano, russo, francês, alemão, árabe, japonês e mandarim. “O aplicativo da Rádio Maanaim é o único de outro servidor não local que pode ser acessado na China”, destaca o pastor Gedelti Gueiros, fundador e presidente da ICM.

O objetivo central do evento foi associar diretamente o momento profético em que vivemos à volta de Jesus, explicou o pastor Josias Júnior, gerente da Rádio Maanaim.
“O Senhor Jesus nos deixou a missão de anunciar o projeto de salvação a toda criatura.
Essa missão se deu desde o primeiro instante da Igreja primitiva, quando houve o derramar do Espírito Santo no Pentecostes”, destaca Josias.

A escolha estratégica da hora do culto permitiu maior número de internautas e telespectadores participando. “O evento teve início às 10h30 e foi escolhido exatamente para que tivéssemos uma gama maior de pessoas assistindo, desde a costa oeste norte-americana e do Canadá, até a Oceania”, completa.

“O homem precisa separar um pouquinho do tempo dele para aquilo que é espiritual. Estamos dando muito valor à vida material”– Pastor Gedelti Gueiros, presidente da ICM

Além de 700 milhões de pessoas impactadas pela transmissão das emissoras Band nacional e internacional e pela internet, o culto foi transmitido pela TV russa TBN que chega a 2 milhões de casas na Rússia, 1,2 milhão na Ucrânia e 500 mil famílias em Israel.

Durante o evento, o pastor Gedelti enfatizou a importância de gerar um despertamento espiritual mediante os sinais que temos vivenciado. “A nossa preocupação, como foi dito na primeira mensagem, é de que as pessoas não tenham uma resposta hoje para tudo o que está ocorrendo. As ocorrências são variadas, imediatas, rápidas, parece que tudo está andando mais depressa, porque são tantas notícias. E o homem em si não sabe dar resposta para tudo o que está acontecendo”, alertou.

O projeto de evangelização e ação social Missão Amazônia foi uma das diversas atividades da ICM apresentadas na primeira parte do culto

O presidente relembrou ainda que a analogia da figueira descrita em Mateus 21:19 é uma profecia que se cumpriu no primeiro século da era cristã, momento em que Israel foi disperso pelo mundo. “Nunca mais nasça fruto de ti. E a figueira secou imediatamente.”
No entanto, o brotar da figueira está relacionado à organização de Israel como nação em 1948. “Quando seus ramos se tornarem tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão” (Mateus 24:32-33).

O pastor disse ainda que os sinais são para nos mantermos atentos. “Não queremos que as pessoas fiquem mais preocupadas do que já estão. Mas o homem precisa separar um pouquinho do tempo dele para aquilo que é espiritual. Nós estamos dando muito valor à vida material”, revelou o presidente.

O arrebatamento

As trombetas anunciam o juízo para três públicos: Israel, que aguarda o cumprimento das profecias direcionadas a este povo; a Igreja, que vai subir; e o mundo, que ficará.
O toque das trombetas são proclamações feitas por anjos que dão ciência ao mundo de que um processo está em andamento e terá um final definitivo.

“O Senhor Jesus nos deixou a missão de anunciar o projeto de salvação a toda criatura” – Pastor Josias Rocha Júnior, da ICM em Mar Azul, Vila Velha

Os acontecimentos estão em um contexto histórico e profético da Igreja, aponta o pastor Anchieta Carvalho. Somos a geração que está vivendo um momento singular na história da humanidade. Nunca se viram os fatos que estão ocorrendo em nossa geração.

“Trombetas estão ligadas exatamente aos sinais proféticos relacionados a este tempo, e à festa, porque em cada momento a Igreja vive o derramar do Espírito Santo, e a função dEle é preparar a Igreja para aquele que será o grande e glorioso dia, o do arrebatamento”, destacou Anchieta.

“Somos a geração que está vivendo um momento singular na história da humanidade. Nunca se viram os fatos que estão ocorrendo em nossa geração” – Pastor Anchieta Carvalho, ICM na Praia da Costa, Vila Velha

Toda preocupação da Bíblia é demonstrar o projeto de salvação, desde Gênesis ao Apocalipse. Além disso, “não somos donos dessa mensagem”, porque ela está nas Escrituras Sagradas, ao alcance de todos, alerta o pastor Daniel Moreira. “A
Bíblia tem um aspecto histórico importante, essencial, comprovado pela arqueologia, pela ciência e pelos historiadores. Mas existe o aspecto que interessa para nós, como Igreja, como fé: o aspecto profético, o projeto de Deus, o plano de Deus chamado salvação”, aponta.

O pastor Gedelti fez uma explanação sobre os sinais do juizo final, detalhando os toques das trombetas. O primeiro toque está descrito em Apocalipse 8:7: “Foi, então, queimada a terça parte da terra, e das árvores, e também toda a erva verde”.

“A Bíblia tem um aspecto histórico que é importante, que é essencial, comprovada pela arqueologia, pela ciência e pelos historiadores. Mas existe o aspecto que interessa para nós como igreja, como fé, o aspecto profético, que é o projeto de Deus, e o plano de Deus chamado salvação” – Pastor Daniel Moreira, ICM em Parque das Castanheiras, Vila Velha

Ao falar sobre o primeiro toque, o pastor Gedelti lembrou das queimadas que vêm ocorrendo por todo o planeta. “…E morreu a terça parte da criação que tinha vida, existente no mar…”, com o soar da segunda trombeta. Em sua avaliação sobre
a situação caótica dos oceanos, o renomado pesquisador Jacques Cousteau constatou que o número de seres que vivem nesse ambiente descresceu 40% nos últimos 50 anos.

E quanto ao terceiro toque? Hoje, 33% dos habitantes do planeta não têm acesso à água potável, mas a falta de água irá piorar, garantiram especialistas durante a Conferência sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (ECO 92) da Organização das Nações Unidas.


Um dado que nos leva ao terceiro toque de trombeta: “E… e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque tornaram amargas” (Apocalipse 8: 11).

Hoje sabemos que as três primeiras trombetas foram tocadas, porque os sinais foram visíveis e confirmados cientificamente, restando o toque da quarta trombeta:
“E foi ferida a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas, para que a terça parte delas se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a da noite” (Apocalipse 8:12)”, finalizou o presidente da ICM.

Fale com a Maranata

Igreja Cristã Maranata
www.igrejacristamaranata.org.br
Missão Internacional Crista Maranata
www.micm.org.br
Rádio Maanaim
www.radiomaanaim.com.br
Instituto Bíblico Maranata
www.ibem.com.br


leia mais

Semeando a Palavra em Libras
Cinquentenário da Igreja Cristã Maranata