19.6 C
Vitória
terça-feira, 27 julho 2021

Cuba, a ditadura comunista e os protestos do povo

Pandemia afetou turismo e mergulhou Cuba na pior crise econômica em 30 anos. País está sem internet e a população sofre com a repressão do governo. Pastores conclamam o mundo por orações!

Por Priscilla Cerqueira 

Com gritos de “liberdade” e “abaixo a ditadura”, os cubanos se sentiram encorajados e foram às ruas diante da pior crise econômica do país em 30 anos, agravada pela pandemia de covid-19. Desde domingo, 11, manifestações vem acontecendo em Cuba. O alvo dos protestos é o governo do presidente Miguel Díaz-Canel.

Sob um regime forte de ditadura, Cuba é controlado pelo Partido Comunista há mais de seis décadas. Há décadas jornalistas cristãos são ameaçados, pastores evangélicos investigados, templos fechados e indivíduos abusados

Os cristãos denunciam a falta de liberdade religiosa, campanhas de difamação e abusos dos direitos humanos há muitos anos.

Clamor pelo país: situação fora de controle

Líderes evangélicos têm conclamado o mundo a orar por Cuba. “Irmãos e irmãs, orem pelo país. O povo está nas ruas pedindo liberdade, a situação é caótica e muito agitada”, compartilhou Moisés de Prada, líder das Assembléias de Deus em Cuba, em vídeo publicado no facebook.

protestos-cuba
Opositores e jornalistas foram presos durante protestos em Cuba. Foto: Maria Alejandra Cardona/ Reuters

“Tudo indica que isso vai ficar mais complicado. As pessoas estão nas ruas em todas as províncias agora, e há confrontos com a polícia de choque. Exorto você a orar para que Deus assuma o controle e evite um banho de sangue. Os cubanos não aguentam mais a repressão”, acrescentou o pastor.

Prada afirma que não há horizonte de mudança com o governo comunista no controle, e lamentou. “A crise humanitária é profunda. Não há comida, há uma grave crise de saúde. Muitos estão morrendo, não há vacinas suficientes: são vendidas para a Venezuela e o Irã, enquanto os cubanos morrem sem serem vacinados. Os hospitais estão à beira do colapso e os médicos estão cansados. Os cubanos estão nas ruas de todo o país, acho isso irreversível. Orem por nós”.

Entenda melhor o que está acontecendo em Cuba

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se