26 C
Vitória
segunda-feira, 8 agosto 2022

Cuba, a ditadura comunista e os protestos do povo

protestes-Cuba
Foto: Oscar Gonzalez/ NurPhoto via Getty Images

Pandemia afetou turismo e mergulhou Cuba na pior crise econômica em 30 anos. País está sem internet e a população sofre com a repressão do governo. Pastores conclamam o mundo por orações!

Por Priscilla Cerqueira 

Com gritos de “liberdade” e “abaixo a ditadura”, os cubanos se sentiram encorajados e foram às ruas diante da pior crise econômica do país em 30 anos, agravada pela pandemia de covid-19. Desde domingo, 11, manifestações vem acontecendo em Cuba. O alvo dos protestos é o governo do presidente Miguel Díaz-Canel.

Sob um regime forte de ditadura, Cuba é controlado pelo Partido Comunista há mais de seis décadas. Há décadas jornalistas cristãos são ameaçados, pastores evangélicos investigados, templos fechados e indivíduos abusados

Os cristãos denunciam a falta de liberdade religiosa, campanhas de difamação e abusos dos direitos humanos há muitos anos.

Clamor pelo país: situação fora de controle

Líderes evangélicos têm conclamado o mundo a orar por Cuba. “Irmãos e irmãs, orem pelo país. O povo está nas ruas pedindo liberdade, a situação é caótica e muito agitada”, compartilhou Moisés de Prada, líder das Assembléias de Deus em Cuba, em vídeo publicado no facebook.

protestos-cuba
Opositores e jornalistas foram presos durante protestos em Cuba. Foto: Maria Alejandra Cardona/ Reuters

“Tudo indica que isso vai ficar mais complicado. As pessoas estão nas ruas em todas as províncias agora, e há confrontos com a polícia de choque. Exorto você a orar para que Deus assuma o controle e evite um banho de sangue. Os cubanos não aguentam mais a repressão”, acrescentou o pastor.

Prada afirma que não há horizonte de mudança com o governo comunista no controle, e lamentou. “A crise humanitária é profunda. Não há comida, há uma grave crise de saúde. Muitos estão morrendo, não há vacinas suficientes: são vendidas para a Venezuela e o Irã, enquanto os cubanos morrem sem serem vacinados. Os hospitais estão à beira do colapso e os médicos estão cansados. Os cubanos estão nas ruas de todo o país, acho isso irreversível. Orem por nós”.

Entenda melhor o que está acontecendo em Cuba

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se