23.8 C
Vitória
segunda-feira, 6 dezembro 2021

A cruz de Cristo, uma mensagem esquecida!

Em uma reflexão em sua página no facebook, o pastor Hernandes Dias Lopes traz uma reflexão dizendo que “Substituíram a mensagem da cruz por humanismo”

Nesta segunda-feira, 14, é celebrado o Dia da cruz, que traz como lembrança o episódio da crucificação de Jesus. Nela encontramos o maior sinal do amor de Deus.

A mudança de foco por parte de muitos pregadores, retirando a cruz e colocando o ser humano como motivo e razão da mensagem bíblica é tratada por pastores e teólogos conservadores como um sintoma de influência do humanismo pagão sobre a Igreja.

Nesse contexto, Hernandes Dias Lopes compartilhou uma reflexão resgatando a postura do apóstolo Paulo. A curta reflexão, publicada em sua página no Facebook, é chamada “A cruz de Cristo, uma mensagem esquecida”. Hernandes Dias Lopes costuma usar a rede social para compartilhar raciocínios objetivos com seus seguidores.

“O apóstolo Paulo, o maior pregador do cristianismo, disse que pregava a Cristo, e este crucificado. Disse que se gloriava na cruz. Foi na cruz que Jesus redimiu-nos. Foi na cruz que ele esmagou a cabeça da serpente. Foi na cruz que ele satisfez a justiça de Deus e demonstrou-nos seu mais eloquente amor”, introduziu.

Em tom de exortação, Dias Lopes lembrou que a função daqueles que anunciam o Evangelho é apontar para o sacrifício de Cristo, pois ela simboliza o plano de Salvação oferecido por Deus à humanidade.

“Hoje, muitos pregadores substituíram a mensagem da cruz por uma mensagem humanista e antropocêntrica. Pregam prosperidade. Pregam curas. Pregam milagres. Pregam a si mesmos. Pregam a igreja. Pregam outro evangelho. Mas, falta a mensagem da cruz, a mensagem da salvação. Que os pregadores voltem à sensatez. Que os púlpitos sejam trombetas a proclamar a mensagem da cruz!”, enfatizou Hernandes Dias Lopes.

O único evangelho

Numa publicação semelhante, feita em 2017, o pastor lembrou que “Jesus comprou com o seu sangue aqueles que procedem de toda tribo, povo, língua e nação”, e acrescentou que “Jesus chama todas essas tribos através de um único evangelho”.

“Não há outra mensagem a ser proclamada. Não há outro evangelho a ser anunciado. Não há outro nome dado entre os homens pelo qual importa que sejamos salvos a não ser o nome de Jesus. O propósito de Deus é o evangelho todo, por toda igreja, em todo o mundo, a todas as tribos!”, destacou o pastor.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se