25.7 C
Vitória
segunda-feira, 17 maio 2021

Indonésia: cristãos usam internet para propagar Jesus

Para manter a comunhão, as igrejas da Indonésia buscaram outra alternativa para manter seus membros alimentados com a Palavra de Deus.

Os primeiros casos de COVID-19 na Indonésia foram confirmados pelo governo no dia 2 de março. O número de pessoas com Coronavírus está crescendo e já chegou a 16 províncias. O aumento dos casos nos últimos dias forçou os governantes a declarar estado de emergência nacional.

As igrejas em cidades grandes estão fechadas. E buscaram outra alternativa para manter seus membros alimentados com a Palavra de Deus.

“Fornecemos serviços de transmissão ao vivo. É assim que cuidamos da saúde de nossos membros. E isso não torna o culto menos espiritual ou significativo”, disse um pastor na província de Java Ocidental, um dos lugares mais atingidos pelo Coronavírus.

As pessoas que não têm boa conexão de internet, podem receber o áudio das mensagens via WhatsApp. Para alcançar os cristãos mais velhos que não tenham familiaridade com a tecnologia ou os que vivem em locais mais distantes, as igrejas investem na impressão das liturgias e mensagens.

Ainda existem alguns líderes que reúnem os membros, mas agora com mais cuidado e em grupos menores. “Ainda abro a igreja para o culto de domingo, mas com restrições rígidas – mantenha uma distância estrita, lave as mãos com frequência, feche a boca ao tossir ou espirrar e fique em casa se um membro da família, especialmente os anciãos, estiver doente”, contou um pastor de uma igreja em Sumatra.

Enquanto o coronavírus não chega

Em Java Central, as medidas tomadas foram as diminuições do número de integrantes nas reuniões de discipulado.

“Vivemos bem longe do centro da cidade onde a doença está se espalhando. Mesmo assim, tomamos as medidas necessárias para evitar o contágio, como não apertar as mãos e lavar as mãos com frequência. E esse é um desafio em si, pois a maioria dos membros é de famílias pobres”, explicou Ayu (nome fictício), um líder cristão ex-muçulmano.

Um dos desafios encontrados é pedir aos cristãos que tomem essas medidas em casa, já que eles não têm nem sabão para tomar banho, que dirá para lavar as mãos.

Ayu afirma que lembra de orar pelos cristãos espalhados pela Europa que estão enfrentando a batalha contra o Coronavírus. Ele deseja que os irmãos e irmãs do continente aproveitem para crescer no conhecimento de Deus enquanto precisam ficar restritos. “Não deixe que o medo e a ansiedade destruam a fé. Se você precisar ficar em casa, faça-o para a própria saúde e segurança. Mas enquanto estiver em casa, por favor, sirva ao Senhor da maneira que puder – adore a Deus, leia a Bíblia e ore pelo corpo de Cristo em outro lugar”, aconselha.

*Com informações de Portas Abertas

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se