27.1 C
Vitória
terça-feira, 16 abril 2024

Cristão transformado x cristão conformado

Muitos cristãos vivem uma vida dupla acreditando que Deus aceita essa situação quando, na verdade, não aceita. Foto: Freepik

O crente precisa entender que as oportunidades que Deus nos dá para mudarmos de vida devem ser aproveitadas.

Por Cristiano Stefenoni

“Não preciso ir à igreja, pois carrego Jesus dentro do meu coração”. A frase, muitas vezes dita por quem não quer assumir um compromisso real com Deus, revela um lado perigoso para quem se considera crente: viver uma vida conformada com o pecado acreditando que Cristo aceita essa situação por conta do Seu amor para com o pecador. Mas não é bem assim.

De acordo com o pastor Lisânias Moura, da Igreja Batista do Morumbi (SP), há diferença entre Jesus receber o pecador da forma como está para transformá-lo e aceitar que o pecador permaneça com seus erros, em pecado. É somente uma real transformação do coração que pode tornar sinônimos os atos de receber e aceitar.

“Ao dizer ‘vinde a mim’ (Mateus 11.28) é como se Jesus dissesse, ‘venha como está e deixe-me te transformar’. Foi assim com a mulher samaritana (João 4). Jesus nos aceita com estamos para depois nos transformar. Nesse contexto, aceitar e receber são sinônimos. O ponto principal é crer que podemos chegar a Jesus como estamos e Ele tem o poder de nos transformar à medida que O deixamos realizar Sua obra em nós”, explica Moura.

- Continua após a publicidade -

Segundo o pastor Lisânias, é fundamental o cristão entender que a paciência de Deus não deve ser testada e que as oportunidades que Ele nos dá para mudarmos de vida devem ser aproveitadas. Ele explica que em Romanos, capítulo 6, somos exortados a não sermos enganados pelo fato de que, como a graça superabunda onde abunda o pecado, nós nos sintamos livres para uma vida dissoluta.

“Na exortação à igreja de Corinto, no contexto da Ceia do Senhor, o apóstolo Paulo nos diz que aquele que vive indignamente e assim mesmo toma a Ceia do Senhor, o faz indignamente. E por essa razão alguns dormem ou foram chamados para casa mais cedo – uma figura de linguagem para dizer que alguns morreram mais cedo por causa do pecado (1 Coríntios 11:30)”, alerta Moura.

O pastor também faz um alerta para aquelas pessoas que acreditam não precisarem de um compromisso com Deus nem com a igreja porque “carregam Jesus dentro do seu coração”, ou que estão tranquilos, “pois o Senhor conhece meu interior”.

“Somos exortados a estarmos juntos, uns com os outros, para nos estimularmos, orarmos, repartirmos nossas cargas e recebermos as dos outros. Hebreus 10.23-25 deixa isso muito claro. Quando resolvemos crer em Jesus e entregar nossa vida a Ele, nos tornamos parte do seu Corpo que é a igreja. Estar participando dela nos fortalece no ‘estar em Cristo’ (Romanos 8.1). E quando deixamos de praticar isso estamos desobedecendo a Deus (Hebreus 10:25)”, finaliza.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -