Cristã ex-muçulmana do Mali tem resistido firme na fé

ex_muçulmana_Mali
Foto: Reprodução

Família cristã enfrenta sequestro, vive como refugiada e recebe os próprios perseguidores em casa, mostrando o amor de Cristo

A cristã ex-muçulmana do Mali quando ficou viúva, se mudou com os filhos para o norte do país, mas logo em seguida extremistas islâmicos tomaram a região. Um dia, rebeldes do grupo radical islâmico Ansar al-Dine invadiram a casa de Naomi e sequestraram o filho mais velho, que era adolescente na época.

O menino agiu como surdo e mudo diante dos sequestradores, que bateram nele, mas o liberaram dois dias depois. No entanto, a experiência deixou ele e o filho mais novo traumatizados. Então a família se mudou para a capital, Bamako, no sul do país. Na capital, eles ficaram por um ano no acampamento de deslocados internos de uma igreja.

Novo Lar  

Quando o acampamento fechou, a Portas Abertas ficou sabendo da história dela, através da igreja local, e providenciou dinheiro para que ela pudesse alugar um pequeno apartamento. Naomi é grata por ter um teto para abrigar os filhos, mas ainda enfrenta contínua pressão dos vizinhos. Ela conta:”Eles riem de mim quando eu canto e oro”.

Quando a situação no norte do país se tornou ainda mais instável, as irmãs de Naomi se mudaram para Bamako e a procuraram. Quando ela abriu a porta, e viu as irmãs, ficou congelada.

Seu pensamento foi: “Eu sou cristã e tenho que mostrar amor até mesmo para o pior dos meus inimigos. Quem sabe, os atrairei a Cristo apesar da atitude deles comigo. Cristãos são pessoas que amam seus inimigos como irmãos. É assim que nós os ganhamos para o reino”.

Há pouco mais de um ano nossa equipe orou com ela na frente de suas irmãs. A inimizade delas era óbvia. Ela compartilha: “Fico preocupada com meu filho mais velho, que foi profundamente afetado pelo sequestro. O mais novo está trabalhando como vendedor na loja de um muçulmano. Temo que o fato influencie o pensamento dele a se tornar muçulmano”.

DIP 2020

O Domingo da Igreja Perseguida 2020 será voltado para cristãos ex-muçulmanos como Naomi. O objetivo é continuar apoiando nossos irmãos e irmãs que enfrentam várias formas de perseguição por deixar o islã e seguir a Cristo. Envolva sua igreja para fazer a diferença, abençoando aqueles que compartilham a mesma fé que nós, mas não a mesma liberdade. Cadastre-se para organizar o DIP em sua igreja (7 de Junho)