27.3 C
Vitória
segunda-feira, 30 março, 2020

Terror em Vitória (ES): Igrejas se unem em oração

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

McLaren vai produzir 10 mil ventiladores respiratórios

Equipe de Fórmula 1 disponibilizou a fábrica de carros junto com outras empresas para fabricar equipamentos médicos para ajudar as vítimas da Covid-19

Abertura dos jogos olímpicos acontecerá em julho de 2021

Os Jogos Olímpicos de Tóquio têm nova data definida para serem realizados: de 23 de julho a 8 de agosto de 2021 na capital japonesa

Hospital no Pacaembu deverá ser entregue em abril

A construção para receber pessoas com a Covid-119 é uma parceria entre Hospital Israelita Albert Einstein e Prefeitura de São Paulo

Governo anuncia medidas econômicas para combater pandemia

BNDES anuncia R$ 2 bilhões para área da saúde. Limite de crédito é de R$ 150 milhões por empresa a cada seis meses. Confira!

A Convenção Batista do Espírito Santo conclama todas igrejas do Estado a orar. Diretor executivo da convenção deixa uma “palavra de esperança”

Na manhã desta sexta-feira (14), criminosos armados fecharam as avenidas Leitão da Silva e a Marechal Campos em Vitória (ES). Após a ordem, soltaram fogos de artifício, atiraram e comandaram o fechamento de estabelecimentos na região, causando desespero em moradores e pessoas que passavam por lá.

Toda a ação foi registrada por moradores e pessoas que passavam pela via. Poucos minutos depois, a Polícia Militar (PMES) chegou ao local. Além disso, pelo menos dois helicópteros da corporação estão sendo usados na operação. Ainda não há informação de indivíduos detidos.

Condutores tiveram seus veículos atingidos por pedras, pedaços de madeira, e outros materiais. “Uns vândalos, não sei de onde eram, subiram no meu carro, jogaram gasolina, mas não atearam fogo porque a Polícia Militar chegou no momento. Vamos ver o que vai dar agora”, disse um dos motoristas que não quis se identificar.

Um carro dos Correios também foi fechado, quebrado e saqueado. Os criminosos arremessaram pedras, os vidros foram destruídos. Não há informações sobre o condutor do veículo.

Um lojista contou que o desespero foi tão grande que fechou o estabelecimento imediatamente. “Foi tudo muito rápido. Já chegaram quebrando tudo, mas a minha intuição mandou fechar logo tudo e me esconder nos fundos da loja”, contou.

Com todo esse clima de incerteza na cidade, comércios estão fechados. Ônibus estão foram queimados. E muitas pessoas estão com medo de saírem de casa.

Ore pelas Cidades 

Nesta sexta (14), a Convenção Batista do Estado do Espírito Santo lançou a campanha “Procurai a paz da cidade”. E conclama as igrejas estarem em oração durante sete dias. “E procurai a paz da cidade, para onde vos fiz transportar em cativeiro, e orai por ela ao Senhor; porque na sua paz vós tereis paz.”(Jr 29:7).

O diretor executivo da Convenção, pastor Diego Bravim, se solidarizou com todos que foram afetados com o terror que se instaurou na capital do estado. “A igreja é uma porta-voz da esperança. E esse é o nosso clamor, o nosso entendimento, e a nossa mensagem para as igrejas. Pois o Deus que nós servimos é fiel, cuida daqueles que o temem e o ama e dos que O temem e O amam”, declarou.

O comunicado emitido pela instituição também fala sobre esperança. “Vivemos dias de calamidade, violência e desrespeito em nossa capital, veículos queimados, toque de recolher, roubos, confrontos diretos onde o cidadão é impedido de ir e vir. Queremos conclamar a você Batista capixaba a orar pela paz nas cidades, nosso compromisso é sermos porta-vozes de esperança”, diz a mensagem.

A campanha de oração vai até a próxima sexta (21). “Vamos como igreja compartilhar o amor ao invés de guerra ou vingança, mas vamos dizer que Jesus Cristo é a única esperança”.

Governo do Estado 

Por meio das mídias sociais, o governador Renato Casagrande disse que a PM não dará trégua aos criminosos. “Bandidos reagem à ocupação da PM nos bairros, mas a polícia atuará com mais força ainda. Já efetuamos prisões de alguns desses criminosos. Essa será a nossa resposta.”, disse a postagem.

Vale lembrar que desde o dia (5) de fevereiro, a PMES ocupa o Bairro da Penha, em Vitória (ES). A medida foi tomada após confrontos armados entre facções criminosas que disputam o tráfico de drogas na região.

*Da redação de Comunhão, Com informações de ES Brasil. 

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Programas on-line para mentoreamento de homens e mulheres

Ministérios vão transmitir série de lives com objetivo de fortalecer as famílias e oferecer aos pastores, líderes e cônjuges ferramentas para o cuidado intencional, discipulado e mentoreamento

Vem aí o Festival de Cinema Cristão 2020

Entre as novidades do Festival desse ano estão a abertura para a categoria de filmes para surdos e mudos. Inscrições começam dia 1º de abril e vão até 30 de junho

Um encontro diário com a Palavra de Deus

A SBB mobiliza-se para levar esperança à população brasileira, disseminando, pelos meios digitais, a mensagem da Bíblia Sagrada. Entre as ações estão a campanha #PalavradeEsperança e o podcast Um minuto com a Bíblia

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia