28.3 C
Vitória
sábado, 5 dezembro 2020

Criador da WWW quer “consertar” a internet

Leia também

Saúde necessita de investimento em governança de dados

"O País demanda urgentemente respostas e responsabilizações adequadas às empresas e órgãos que tratam dados pessoais sensíveis", afirma advogada Bianca Albuquerque

Operação Uruatu 2 faz buscas contra traficantes de animais

Segundo a PF, ao longo das investigações foram aprendidas centenas de animais silvestres no curso das investigações policiais

Governo anuncia operação de combate a crimes contra idosos

Após constatação de que o total de denúncias de crimes registrados por meio do Disque 100 aumentou durante a pandemia

O propósito é que a internet seja acessível e volte a ser um espaço seguro para seus usuários com metas estabelecidas para diversos agentes

Cerca de 80 organizações lideradas por Tim Berners-Lee, criador da World Wide Web, divulgaram proposta de novo “contrato” para a internet. O objetivo é servir como guia para a formulação de medidas e políticas públicas relacionadas ao ambiente online. Governos, empresas e entidades da sociedade civil são convidadas a endossar o documento.

A iniciativa surge após críticas sobre malefícios do mundo virtual. Entre elas, a difusão de notícias falsas, discurso de ódio, abuso no tratamento dos dados, falta de segurança, vazamentos e crime cibernético.

Entre as metas estabelecidas aos governos, garantir conectividade a 90% da população até 2030 e assegurar que pacotes de 1 giga não custem mais de 2% da renda média em 2025. Além disso, levar 70% dos jovens ter habilidades para lidar com tecnologias digitais até 2025.

Os autores sugerem políticas públicas de incentivo fiscal para estimular investimentos, compartilhamento de infraestrutura e medidas de acesso aberto nas grandes redes de atacado. As estratégias serão estruturadas em torno de planos nacionais de banda larga voltados a atender parcelas excluídas da população.

PRIVACIDADE

Na proposta direcionada aos governos está a garantia de respeito à privacidade e direitos dos usuários. Além disso, a formulação de leis disciplinando a coleta e o tratamento de dados, assegurados em um consentimento livre, informado, específico e não ambíguo.

Os usuários terão direito de acessar suas informações, opor-se a um tratamento ou a uma decisão automatizada, corrigir registros e fazer a portabilidade para outros controladores. O acesso a dados de pessoas por autoridades, somente quando ancoradas em leis claras, vinculadas a ações motivadas pelo interesse público e sujeitas à análise do Judiciário.

O texto recomenda que os órgãos públicos diminuam a coleta de dados dos cidadãos e fiscalizem essa prática pelas empresas. Dessa forma verificando se são realizadas de maneira transparente.

SETOR PRIVADO

O contrato inclui princípios de como ofertar internet acessível, sem excluir ninguém de seu uso e construção. Com serviços e ferramentas que atendam à diversidade da população, especialmente aos grupos mais marginalizados. Disponibilizando recursos em diversas linguagens, inclusive de minorias étnicas.

Assim também o desenvolvimento de redes comunitárias, a proteção do princípio da neutralidade de rede e a preservação de velocidades equivalentes de download e upload. Dessa forma os usuários também serão produtores de informação.

Uma proposta às empresas é o desenvolvimento de tecnologias que promovam o bem-estar e combatam abusos, potencializado a web como bem público, colocando pessoas no centro. Essas companhias devem ser acompanhadas sobre como suas inovações geram impactos ao meio ambiente e aos direitos humanos. Além de equidade de gênero e objetivo de desenvolvimento das Nações Unidas.

Além disso levar em consideração a diversidade da sociedade por meio da criação de canais de escuta aos públicos usuários e atingidos por essas tecnologias. A representação de grupos diversos deve estar também na composição da força de trabalho empregada na produção desses equipamentos.

CIDADÃOS

Para os cidadãos, o contrato convoca à participação na web como criadores e colaboradores. Assim construindo comunidades fortes e comprometidas com o respeito à dignidade humana.

O documento conclama os cidadãos a lutar por uma internet mais democrática e empoderadora. Os agentes do setor devem olhar para o futuro da internet como um bem público e um direito básico, conclui o texto.


LEIA MAIS

100% de internet nas escolas públicas urbanas até 2020 
Livro debate uso sem limites da internet 
Igreja Online 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

A tecnologia vai estar mais presentes nas aulas

Para 81% dos professores, a tecnologia é grande aliada do ensino. Ferramenta será indispensável no retorno às aulas

Governo busca melhorar a conectividade no Brasil

As ações relativas à ampliação da conectividade serão coordenadas pela secretaria de Telecomunicações da pasta e poderão ser executadas

Operação mira em abuso e exploração sexual contra crianças

A pena para produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual varia de quatro a oito anos de prisão

A igreja deve se posicionar sobre as eleições?

Anônimo A Igreja Adventista reconhece as obrigações do exercício da cidadania, mas não possui e nem mantém partidos políticos, não se filia a eles, tampouco...

O batismo nas águas é indispensável à salvação?

Pergunta anônima Batismo nas águas, segundo as escrituras, é uma ordenança do Senhor Jesus: “Portanto, ide e fazei discípulos de todos os povos, batizando-os em...

Estou livre para me casar novamente?

Pergunta anônima O padrão divino para o casamento é, segundo as palavras de Jesus, que seja indissolúvel (Mc 10:9). Entretanto, no caso em tela, uma...

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Conferência Paixão pela Juventude 2020

Realizado pela Juventude Batista Brasileira, evento será online e acontece em duas datas. A primeira será neste sábado, 28, e a segunda, dia 5 de dezembro. Saiba mais!

Miniconferência on-line: “Fé e Ciência para Corpos e Mentes”

Cientistas cristãos brasileiros respondem questões de fé e ciência para corpos e mentes. Tema será abordado na mini Conferência online. Saiba mais!

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 
- Publicidade -

Plugue-se

O versículo mais lido de 2020!

O versículo campeão de leitura em 2020 é baseado em Isaías 41:10: “Portanto, não temais, pois estou contigo..." Saiba mais!

Novo álbum musical do Missionário R. R. Soares

O álbum "Em O nome de Jesus", com 12  músicas inéditas, foi lançado depois de cinco anos. Primeiro single do projeto está disponível em todas as plataformas e Youtube

Wilson Witzel é batizado em igreja evangélica

O batismo ocorreu um dia antes de Witzel protocolar sua defesa no tribunal misto, que julga o processo de impeachment dele. Saiba mais!

3 palavrinhas é indicado ao premio Gerando Salvação

Na categoria “Projeto Infantil”, o 3 palavrinhas, que é considerado o maior canal infantil gospel do mundo, concorre ao lado de Aline Barros e outras estrelas do segmento. Saiba mais!