23.9 C
Vitória
quinta-feira, 2 julho, 2020

Cresce participação dos pequenos negócios na geração de empregos

Mais lidas

Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial

Prazo para novos cadastros termina nesta quinta às 23h59. Saiba mais! 

MEC define protocolo de segurança para volta às aulas

Cronograma das atividades deve ser orientado pelo governo local. Saiba mais! 

Depois de dois meses em queda, produção industrial cresce 7% em maio

Alta é a maior desde junho de 2018 (12,9%), diz IBGE. Confira!

Pastor Lazarus Chakwera, o novo presidente do Malawi

Pastor e teólogo, Lazarus Chakwera foi empossado no domingo (28) em cerimônia oficial

Mais da metade das vagas de trabalho geradas no Brasil estão nas micro e pequenas empresas

A participação das micro e pequenas empresas na porcentagem de trabalhadores com carteira aumentou de 51%, em 2010, para 54%, em 2015.

De acordo com estudo inédito feito pelo Sebrae sobre empreendedorismo e trabalho, nesse período, o número de empregados nos pequenos negócios passou de 14,7 milhões para 16,9 milhões, registrando uma expansão de 15%. Já nas empresas de maior porte, o número de empregados passou de 13,9 milhões para 14,5, com um crescimento de 4,3%.

O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, chama a atenção para o fato de que no período de crise, quando as médias e grandes empresas mais demitiram do que contrataram, as micro e pequenas empresas aumentaram o número de funcionários.  “O estudo revela que quando se trata de geração de empregos, os pequenos negócios sempre geram mais ou demitem menos dos que as empresas de médio e grande porte.

A recuperação da economia começa a ser percebida pelas micro e pequenas empresas”, afirma.

Afif destaca que os pequenos negócios já estão conseguindo reverter o saldo negativo de geração de empregos dos dois últimos anos. No primeiro semestre de 2017, as micro e pequenas apresentaram saldo positivo de empregos com a criação de 211,2 mil postos de trabalho, enquanto as médias e grandes fecharam 162,2 mil.

Nos anos de 2015 e 2016, as micro e pequenas empresas demitiram uma média de 242 mil empregados por ano, enquanto que as empresas de maior porte encerraram, em média 1,2 milhão de empregados anualmente.

O estudo também detectou que desde 2004, em todos os meses que o saldo de geração de empregos ficou positivo, o maior número de vagas foi criado nos pequenos negócios, e nos meses em que o saldo ficou negativo, as demissões nas empresas de micro e pequeno porte foram inferiores aos encerramentos de vagas nas médias e grandes.

O levantamento do Sebrae foi elaborado com base nos diversos estudos, pesquisas e base de dados disponíveis sobre o mercado de trabalho e sobre o empreendedorismo.

Foram utilizadas informações da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do Dieese, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PNADC), do Pastore, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), do Tribunal Superior do Trabalho (TST), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.

Sempre que possível, buscou-se também utilizar dados internacionais, visando à comparação internacional, tais como: os dados da Organisation for Economic Co-operation and Development (OECD), do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) e o Global Entrepreneurship.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

“Quando o sol se põe” estreia dia 22, na Netflix

Filme é uma boa opção para todas as pessoas, independente da religião. Entre os atores de “Quando o Sol se Põe” estão a cantora Priscilla Alcantara, Lu Alone, Filipe Lancaster e Lito Atalaia

Denzel Washington e seu encontro sobrenatural com o Espírito Santo

O ator é bem conhecido por interpretar o papel de Malcolm X - um filme biográfico relacionado às atuais tensões raciais nos Estados Unidos e o Livro de Eli

Petição pede cancelamento de filme que descreve Jesus como lésbica

A petição, que já conta com mais de 137 mil assinaturas, é da Comissão Cristã de Cinema e Televisão internacional

Amanda Loyola lança seu primeiro single pela Sony

"Bússola" faz parte do primeiro EP da cantora pela gravadora, que conta com sete canções.